Aos 80, japonês com problemas cardíacos chega ao topo do Everest

0
1838

O alpinista japonês Yuichiro Miura, de 80 anos e com quatro cirurgias cardíacas no “currículo”, alcançou em maio desse ano o topo do Monte Everest, montanha mais alta do mundo, pela terceira vez na vida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o feito, Miura bateu um recorde mundial: ele é agora o montanhista mais velho a chegar ao “topo do mundo”. O japonês também já havia escalado o pico de 8.848 metros aos 70 e aos 75 anos.

A marca anterior era de Min Bahadur Sherchan, do Nepal, que atingiu o cume quando tinha 76 anos, em 2008. Sherchan, aliás, diz que tentará nova subida para quebrar novamente o recorde.

O veterano japonês subiu acompanhado de seu filho, Gota, que deu suporte e levou cilindros de oxigênio para o pai. O recorde foi muito celebrado por Gyanendra Shrestha, ministro do Turismo do Nepal.

Yuichiro Miura, que também é esquiador, passou pela última cirurgia cardíaca em janeiro, e também teve que se recuperar recentemente de uma fratura no quadril.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele está, inclusive, seguindo a tradição familiar. Seu falecido pai, Keizo Miura, desceu de esqui o Mont Blanc, na Europa, aos 99 anos.

Cerca de 4 mil alpinistas já atingiram o topo do Everest. Aproximadamente 240 pessoas morreram em suas encostas enquanto tentavam a escalada.

Yuichiro Miura, Gota Miura 38875C95-89F4-44D4-A8FF-191A75109EFF_mw1024_n_s 124461937_dfsgdf_400516c yuichiro-miura-everest-teams_fe

everest_01

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Notícia via uol

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.