Aplicativo ‘Comida Invisível” combate desperdício de alimentos via geolocalização

A ideia do ‘Tinder de comida’ é conectar restaurantes, bares, hotéis, buffets e pequenos mercados a creches, ONGs e até pessoas físicas que precisam de alimentos por meio de geolocalização.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O aplicativo Comida Invisível funciona assim: quem quer doar alimentos próprios para o consumo, mas sem valor comercial, cadastra-se no app e informa o que tem, indicando a validade, data e a forma de entrega. Feito isso, a doação aparece como disponível para as entidades interessadas, que distribuem ou preparam comida nas proximidades. Se a doação for aceita, o doador confirma se fará a entrega ou se vai aguardar a retirada.

A advogada Daniela Leite, o jornalista Sergio Ignácio e a publicitária Flavia Vendramin são as mentes por trás do aplicativo, que leva o mesmo nome da organização que eles criaram há dois anos e que tem dois objetivos: dar um destino correto a alimentos que iriam para o lixo e conscientizar as pessoas para evitar o desperdício, com oficinas, cursos, palestras e treinamentos em empresas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Comida Invisível já está disponível para Android e, em breve, para iOS.

Termo de responsabilidade

As transações dos alimentos são regulamentadas por normas para que a doação se concretize. Quem recebe o alimento deve se comprometer a manipulá-lo de forma adequada e responsável. Para se cadastrar, as partes precisam passar por um treinamento online sobre armazenamento e preparo de alimentos, segundo normas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Leia também: Supermercado doa alimentos que seriam jogados no lixo por outros estabelecimentos

Com informações do ESTADÃO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

fotos: reprodução Facebook/Comida Invisível

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,265,903SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

“Sem bolsa de estudo nunca conseguiria me formar”, conta o educador físico que celebra uma década de formado

Jadir se formou em Educação Física e hoje entende o poder da palavra superação.

Vestido de garçom, vendedor de água inova e faz sucesso no trânsito em SP

Tudo na vida pode ser melhorado, aprimorado, ainda mais quando o tema é trabalho e em tempos de crise, que um diferencial é tudo,...

Reaproveitamento de smartphones agora pode salvar florestas

Imagine poder dar uma destinação adequada ao seu smartphone usado, seria legal né? Agora multiplique isso por um milhão, ok, exagerei, mas potencialize isso...

Garoto autista de 6 anos que sonha em ser jornalista tem sonho realizado

Se algumas pessoas demoram para decidir o que querem estudar e que profissão querem ter, outras desde criança já nascem com a certeza daquilo...

Homem explica como conseguiu diminuir em 79% a violência juvenil em Boston

O homem por trás do programa "Boston Miracle", o Reverendo Jeffrey Brown, começou como um jovem pastor perplexo de ver seu bairro em Boston desmoronar...

Instagram