Aplicativo reduz preço de consultas conectando pacientes a médicos

O agendamento de consultas médicas através do smartphone é uma tendência que veio para ficar. Maior agilidade e menor preço, é o que defendem os desenvolvedores de aplicativos de consulta mobile.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Entre esses novos negócios – inspirados em aplicativos como o Uber, sob a lógica da economia compartilhada – está a startup Dandelin. Recentemente, a empresa lançou um aplicativo que conecta médicos a pacientes.

As consultas não são cobradas, ou melhor, a empresa divide os custos de todas as consultas feitas entre todos os usuários da plataforma.

consultas-médicas-aplicativo-médico-paciente
A assinatura média para os pacientes será de 30 reais.

Para usar o serviço, os interessados devem se cadastrar, usando um cartão de crédito e escolher os médicos que precisam – o Dandelin leva em conta critérios de localização, especialidade, disponibilidade de agenda e os sintomas apresentados pelo paciente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Felipe Burattini, fundados da empresa, disse em entrevista ao site Pequenas Empresas & Grandes Negócios que o valor da mensalidade vai depender do número de consultas médicas no serviço. Porém, ele garante que o valor será menor do que o praticado pelas operadoras de convênio.

RELACIONADO: “Tinder da doação de sangue” conecta doadores a quem precisa

consultas-médicas-aplicativo

Além do valor repassado ao médico, é cobrada uma taxa de manutenção de 20%. O empresário prevê que a assinatura média para os pacientes será de 30 reais, somando todos os custos.

A mensalidade não deve ultrapassar 100 reais, valor fixado pela startup. “Nós cobrimos o caixa, se o preço ultrapassar esse limite”, assegura Burattini. “Nós queremos democratizar o acesso à saúde.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assim como ocorre no Uber e em outros aplicativos de transporte, o app aposta na inteligência coletiva para garantir a qualidade do serviço. “Os pacientes podem avaliar seus médicos.”

consultas-médicas-aplicativo

Mas, o maior atrativo do Dandelin é a transparência: a comunidade terá acesso aos demonstrativos financeiros com o número de consultas realizadas a cada mês. Uma maneira do paciente estipular quando cada membro irá pagar. Atualmente, o aplicativo tem uma média de 1 mil usuários pré-cadastrados e quase 300 médicos disponíveis.

Ficou curioso e quer saber mais? Dá o play no vídeo abaixo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Imagens do corpo do texto: Reprodução/Facebook Dandelin / Foto de capa: Pixabay Creative Commons

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Burger King retira embalagem de papelão do combo King Jr: ‘119 toneladas de economia’

O Burger King vai começar a retirar as caixas de papelão do seu combo King Jr., para crianças, a partir deste mês de dezembro. Segundo...

Projeto recolhe kits de viagem e redistribui para moradores de rua

Conheça o Mini Gentilezas, um projeto que dá o melhor destino possível para aqueles kits de viagem que você traz dos hotéis e geralmente...

Conheça Mathy Lemos, a trans que faz sucesso na internet com muito humor: “Seja a mulher que você quiser”

Mathy Lemos chega fechando aonde quer que vá e nas redes sociais não é diferente. A maranhense faz sucesso com vídeos icônicos nas redes...

Brasileiro adotado com 2 meses vira prefeito de cidade na Itália

A pequena e pacata cidade de Albaretto della Torre, no norte da Itália, elegeu recentemente um prefeito de origem brasileira. Aos 31 anos, Luca...

Exposição no Rio chama a atenção para maus tratos de elefantes

Sete elefantinhos acorrentados chamam a atenção para maus tratos desses animais na América do Sul.

Instagram

Aplicativo reduz preço de consultas conectando pacientes a médicos 2