Aplicativo envia à CGU denúncias de agressão e discriminação contra pessoas LGBTI

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) agora recebe as denúncias feitas pelo aplicativo TODXS relativas à discriminação e agressão a membros da comunidade LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros, Intersexuais). O objetivo da parceria com a startup social é a triagem e o correto direcionamento, por meio da Ouvidoria-Geral da União, aos órgãos e entidades públicos responsáveis pela adoção de providências ou medidas preventivas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Acesse o TODXS App

A TODXS é a primeira instituição a aderir ao Me-Ouv, lançado pela CGU em novembro. A iniciativa permite o acesso automatizado da startup ao Sistema Informatizado de Ouvidorias do Poder Executivo Federal (e-Ouv). Além do tratamento adequado das denúncias, os dados coletados serão utilizados para subsidiar o planejamento e a priorização de ações de governo voltadas à população LGBTI, em diversas áreas como Direitos Humanos, Educação, Saúde, Segurança, etc.

De acordo com o ouvidor-geral da União, Gilberto Waller, a parceria com a TODXS é uma mudança importante nos paradigmas de comunicação entre governo e cidadão, inaugurando uma forma inovadora de diálogo entre grupos da sociedade e o Estado. “Se nós queremos trazer a voz do cidadão para o centro da tomada de decisão do governo, é necessário que busquemos essa voz onde quer que ela esteja. Nesse sentido, é um grande avanço privilegiar a forma e os meios que o cidadão quer se comunicar”, afirma.

Aplicativo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além de coletar denúncias de violência LGBTIfóbica e avaliar o atendimento policial no caso de ter sido feito Boletim de Ocorrências, o aplicativo TODXS App ainda oferece duas opções aos usuários: consultar normas jurídicas específicas à comunidade LGBTI, através de palavras-chaves, do estado onde se encontra o usuário ou por tema (como família, educação, nome social), e consultar organizações representativas ou de apoio por todo o Brasil.

O aplicativo compila mais de 800 normas jurídicas (decretos, pareceres, leis etc) de todo o país. As pesquisas foram feitas junto à Secretaria de Direitos Humanos, do Governo Federal, em assembleias legislativas, câmaras municipais e prefeituras de cidades com mais de 300 mil habitantes, que disponibilizam seus dados em plataformas online.

O objetivo da organização é alcançar 10 mil pessoas até o final de 2018. Desde que foi lançado, em junho deste ano, mais de 3 mil pessoas baixaram o TODXS App. “Trabalhamos pela população LGBTI+, através de diversas ações que eduquem a sociedade e reduzam o cenário de violência. Concluir esses seis primeiros meses com uma parceria com a CGU nos deixa imensamente felizes. Estamos alinhados para construir uma sociedade mais segura para todos”, afirma Ewerton Carlos Assis, diretor de tecnologia da TODXS.

Fotos: divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Padeiros doam 4 mil pães para cinco hospitais de SP todos os dias

A produção tem início as 5h da manhã para que as 11h os representantes dos hospitais já possam buscá-los bem quentinhos!

Esposa doa rim para ex-marido doze anos após separação

Mais de uma década após se separarem, a paranaense Beth Caperclaro doou um de seus rins para o ex-marido, Claus Ziegelmaier. “Como éramos esposo e...

McDonald’s realiza mais de 8 mil ações sociais em prol de várias comunidades brasileiras

Gincana Bom Vizinho engaja 12 mil voluntários dentro da empresa

Megg Rayara: a primeira travesti negra a receber título de doutora no Brasil

A tese traz um estudo de caso com quatro professores negros, homossexuais e afeminados.

Conheça Salman Khan, o professor que transformou as aulas através do youtube

História Salman Khan, fundador da organização, engenheiro americano, precisava ajudar sua prima de 12 anos, que tinha dificuldade em matemática. Como moravam em cidades distantes,...

Instagram