Com apoio da APAE, jovem com microcefalia desenganada pelos médicos prova que doença não é o fim

Larissa nasceu com microcefalia e disfunção genética. Acreditava-se que ela não passaria dos dois anos de idade. Mas graças ao trabalho da APAE de Naviraí (MS), Larissa já celebrou 21 primaveras e vai celebrar muitas outras!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A mãe, Adriana Pires da Silva, 40 anos, conta que Larissa, que também tem diabetes e insuficiência renal crônica, começou a frequentar a APAE com 6 meses. Desde então, se tornou o seu lugar preferido, praticamente uma segunda casa.

A cabeleireira leva a filha de carro, mas diz que se Larissa conseguisse pegar ônibus, iria por conta própria. “Ela mesma arruma a mala e tem vez que desce do carro e nem me dá tchau”, diz a mãe sorrindo.

menina microcefalia brinca girafa pelúcia sentada sofá
“Cada criança tem sua essência e eles sabem exatamente como mostrar isso”

A instituição teve, e ainda tem, um papel importantíssimo para o desenvolvimento de Larissa. Adriana é extremamente grata a todos os profissionais que cuidam da filha, do fisioterapeuta à cozinheira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É uma dedicação 100%. Ali, eles trabalham para levar a criança ao seu máximo. Cada criança tem sua essência e eles sabem exatamente como mostrar isso”, afirma.

Doações para a APAE

É para que mais histórias como essa se repitam, que a Gazin, uma das maiores empresas varejistas do Brasil, no ano em que completa 55 anos no mercado, iniciou uma parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais. Olha só!

Durante todo o mês de julho, todas as compras realizadas em suas 305 lojas físicas, no site ou no app em valores acima de R$ 100, terão R$ 7 convertidos em doações para a APAE. A mãe da Larissa mais do que apoia a parceria: recomenda a outras empresas!

“Nessa época da pandemia, o projeto vem pra salvar uma instituição num momento em que não está tendo grande arrecadação. As arrecadações caíram, muitas pessoas estão desempregadas. Mais empresas tinham que ter essa iniciativa”, diz.

mãe brinca pelúcia filha microcefalia
Parceria surge em um momento de queda nas arrecadações da APAE

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Entendemos que é um momento difícil para todos, mas se podemos ajudar uma organização tão importante, vamos fazer isso. É parte do DNA da nossa empresa”, completa o presidente do Grupo Gazin, Osmar Della Valentina.

A campanha leva o nome de Pintando o 7, uma das mais tradicionais do calendário da empresa, e este ano será histórica para o varejo, “vamos transformar uma das campanhas mais antigas da história da nossa marca em ação solidária, afinal, é isso que faz sentido para nós, ajudar quem ajuda a nossa sociedade a ser cada vez melhor e inclusiva”.

Encontro com a solidariedade

Para sensibilizar a todos sobre a importância da campanha, no dia 3 de julho, às 19h, vai rolar a Live Movimento Pitando o 7, apresentada por Amanda Françozo, com grandes nomes da música gospel: Fernandinho, Gabriela Rocha e Isadora Pompeo estão confirmadíssimos!

Você vai poder curtir os shows pelo YouTube nos canais oficiais de Isadora, Fernandinho e também no da empresa varejista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O encontro com a solidariedade está marcado! 🙏

banner patrocinado

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,642,968SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pizzaria ensina garoto que estava chorando a fazer pizza para acalmá-lo

Heitor estava fazendo birra. A dona da pizzaria o chamou para aprender a fazer pizza. O pizzaiolo ensinou o processo e o garoto ainda ganhou a pizza.

Pai solo ajudado por vaquinha faz tatuagem em homenagem ao Razões e emociona a todos!

O Luan surpreendeu todo o time do Razões e Voaa, essa semana. Ele fez uma homenagem linda! Luan tatuou o beija-flor, que é o...

Menino de 7 anos visita senhora com câncer 5 vezes por dia para saber se ela está bem

"Espero que um dia ele perceba o impacto que deixou na vida da minha avó e na minha também.”

Ex-jogador profissional vence a depressão e se torna médico, lutando contra a Covid-19

Ex-jogador do Feirense, Edmar Figueira, 37 anos, venceu uma depressão e atua na linha de frente no combate ao novo coronavírus. Atualmente, mora em...

Homem carrega idoso até seu carro e vídeo viraliza

A identidade do homem gentil é desconhecida, mas sua boa ação ficou conhecida no mundo todo.

Instagram