Após 40 anos, ex-alunos se reencontram para fazer mutirão no colégio onde estudaram em Goiânia

Um grupo de ex-alunos do Colégio Estadual Olavo Bilac, em Goiânia, se reencontrou num mutirão após 40 anos para melhorar a aparência da escola onde se conheceu e estudou junto.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia surgiu depois que a ex-estudante Patrícia Mendonça precisou ir até a escola pegar um documento. A escola que ela encontrou estava bem diferente da que conheceu em 1997.

Em meio à saudade dos tempos de escola, surgiu o desejo de fazer reparos para que o colégio se tornasse um lugar melhor para quem estuda lá hoje. “Procurei duas amigas, Valéria e Maria Helena, para nós irmos atrás dos outros colegas”, disse a aposentada à TV ANHANGUERA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O mutirão aconteceu na manhã do sábado passado, dia 25. Foi feita a limpeza dos espaços, roçagem dos gramados dos jardins e canteiros, poda de galhos e pintura das salas de aula. A iniciativa do grupo emocionou a diretora da escola

“Eles chegam e falam assim ‘eu sou da escola e vim aqui retribuir o que o colégio fez por mim’, isso nos impactou muito, nos emocionou, porque é algo inédito”, comemorou Ana Catarina de Araújo.

O grupo estudou no colégio nos anos 70, na sua primeira década de fundação. Andrey se lembra desse tempo com um aperto no coração, mas de saudade, e diz recordar do rosto de cada colega que dividiu as carteiras e bancos da escola com ele. “A carinha de cada um faz a gente retornar àquele tempo gostoso”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde então, a escola viu gerações de famílias passarem pelas suas salas de aula. Quando a vendedora Atiane Cândida, que é mãe de um dos alunos do colégio, soube da iniciativa dos ex-alunos, começou a providenciar o material para a pintura das salas de aula.

“A gente está trabalhando para a comunidade também, eu acho que é importante a gente passar isso para os filhos da gente”, afirmou a vendedora.

Atualmente, o Colégio Estadual Olavo Bilac tem 877 alunos matriculados, nos turnos matutino, vespertino e noturno. São estudantes da segunda fase do ensino fundamental e ensino médio. Mais de 60 funcionários, contando os professores e servidores administrativos, trabalham na unidade.

Com informações do G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

fotos: reprodução TV ANHANGUERA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,763,858SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Padre comemora aniversário com moradores de rua em Floripa

O padre Vilson Groh comemorou aniversário de 63 neste dia 24/04, e ele passou esta data especial com dezenas de moradores em situação de rua no...

Menino de 5 anos tem reação impagável ao saber que sua mãe está grávida

As vezes dar a notícia de que o a família vai ficar maior para o filho único da casa pode ser um pouco difícil...

Jovens de periferias contam histórias de ‘dentro para fora’

O projeto ‘Jovens Comunicadores’ visa ampliar o potencial comunicativo de jovens de periferias.

“O amor não é exclusivo dos humanos”: cadela passa velório todo ao lado do caixão da dona

Uma imagem vale mais do que mil palavras e quando vemos estas fotos podemos confirmar que o amor que os cachorros sentem pelos seus...

Startup dá desconto na compra de roupa nova para quem doar uma peça

Tem coisa melhor do que comprar uma roupa nova, com desconto, e ajudar outra pessoa? É essa a ideia da startup Vista Um Sorriso,...

Instagram