Após 41 anos, bebê roubado em ditadura encontra mãe

Travis Tolliver foi separado da mãe assim que nasceu, no Chile, 41 anos atrás. Os médicos disseram para a mãe, Nelly Reys, com 19 anos na época, que o bebê havia nascido morto por causa de um problema no coração.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas, como tantas outras crianças, Tolliver foi vendido para uma família estrangeira. A prática era comum durante a ditadura no Chile. Essas crianças ficaram conhecidas como “os filhos do silêncio”.

Tolliver cresceu em Tacoma, Washington, nos Estados Unidos, e sabia que era filho adotivo, mas não sabia que tinha sido roubado dos braços da mãe. Tolliver revela até hoje sofrer de “problemas de abandono”.

Ele só descobriu o paradeiro da sua mãe biológica porque o nome dela constava na sua certidão de nascimento original.

Mãe e filho se reencontram em maio deste ano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu não sei como me sinto. É uma loucura! Eu não achava que isso poderia acontecer. Você sabe, eu não tinha sido dado voluntariamente como acreditei durante todos estes anos. Isso faz o meu coração se sentir maravilhosamente, reconciliado com isso. Tudo isso parece irreal”, disse Tolliver.

“Eu o abraçarei todos os dias. Eu o amo muito”, disse a mãe, Nelly Reys, de 61 anos.

Ela tem cozinhado todos os dias para o filho e se esforça para que ele se sinta em casa, com um detalhe: Tolliver não fala espanhol e Reys não fala inglês.

Fonte:Só Notícia Boa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,056,852SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Marceneiro de 86 anos criou um jogo para ensinar tabuada às crianças de forma divertida

Nunca é tarde para iniciar algo novo em sua vida, lembrem do Roberto Marinho, que criou a Rede Globo quando tinha 61 anos e...

Homem trans revela: “ter filho e amamentar não afetou minha masculinidade”

A história da gravidez de Evan Hempel, um homem trans de 35 anos, morador de Boston, foi contada pela sua irmã na revista Time...

Cruz Vermelha já retirou mais de 3 mil civis do conflito de Alepo, na Síria

A Cruz Vermelha realizou a retirada de 3 mil pessoas do conflito no leste de Aleppo, nesta quinta-feira (15). São cerca de 3 mil civis...

Professor ribeirinho do Amazonas concorre ao ‘Prêmio Nobel’ da Educação

Projeto que abastece a comunidade com água limpa rendeu ao professor uma indicação ao Global Teacher Prize.

Instagram

Após 41 anos, bebê roubado em ditadura encontra mãe 2