Após mais de ano internada, menina de 5 anos com leucemia realiza sonho de se formar na pré-escola

Kauana Rossetto Santos Trindade, de apenas 5 anos, foi diagnosticada com leucemia em 2014.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A família de Ponte Serrada, no oeste catarinense, viu então sua caçula que era extremamente ativa e brincalhona, se tornar uma criança abatida, que sentia muitas dores e nem mais nas aulas queria ir.

“Sempre a levamos ao pediatra, mas quando percebemos que até as brincadeiras e a escola eram um sacrifício para ela, enxergamos que havia algum problema”, comenta a mãe Marizane Aparecida Rossetto Trindade.

Encaminhada pelos médicos para se tratar em Joinville, começaram as diversas internações que se seguiriam. A pequena chegou a ficar 28 dias diretos internada, sempre com sua mãe ao lado. “Os médicos nos encaminharam para cá, porque além das vagas disponíveis, o hospital é referência no estado”, destaca a mãe.

“Explicamos para ela sobre a doença e ela nunca se deixou abater. Ela é uma guerreira. Tão pequena e se manteve firme durante todo o tratamento”, destaca a mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após quase um ano, Kauana vai finalmente deixar o hospital, mas ainda segue em tratamento por mais um ano e meio, período chamado de manutenção, onde precisa retornar uma vez por semana ao hospital para acompanhamento.

Porém, antes de ir, toda a equipe resolveu realizar o grande sonho dela, que foi revelado a eles pela menina logo no primeiro dia de internação: uma formatura de pré-escola.

“Ela já pedia desde o ano passado a formatura de presente de natal”, comenta a mãe.

Mesmo internada, ela não deixou de estudar e a psicopedagoga Patrícia Vieira trabalhou com Kauana durante todo esse tempo, tudo para ganhar seu diploma.

Ela se arrumou toda para o grande dia e, finalmente, assinou e recebeu seu sonhado diploma, o seu sonho se realizou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela nos deixou uma lição muito importante: a vida é uma só, se não soubermos aproveitar e batalhar por nós mesmos, não tem como voltar atrás”, ressalta a psicopedagoga.

Leia também: Pedimos para crianças escreverem sobre seu futuro, o resultado foi muito além do que imaginávamos

Fonte: ND Online

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,977,926SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vizinho entra em casa pegando fogo para salvar gatos em Guaíra (PR)

Nesta última segunda-feira, 25, durante a tarde, por volta das 15 horas, vizinhos avistaram fogo em uma casa do bairro Santa Paula, em Guaíra,...

Estudantes de Medicina ajudam mulheres em situação de rua a terem acesso a absorventes em SP

Um grupo de estudantes da Universidade de São Paulo (USP) está distribuindo absorventes e itens de higiene para centenas de mulheres em situação de...

Fotos vibrantes e energéticas de uma comunidade de aposentados no Arizona

A fotógrafa norte-americana Kendrick Brinson visitou na região Sun City, no Arizona, uma comunidade de aposentados autogovernada, para fotografar o cotidiano de seus moradores em...

Experiência com palavras positivas e negativas muda forma de arroz em escola no Paraná

Professora de Curitiba fez experimento para mostrar aos seus alunos a força que as palavras têm.

Garis ensinam a descartar vidro e tutorial viraliza; assista

Uma dupla de coletores de lixo está fazendo o maior sucesso nas redes sociais graças a um tutorial que ensina como descartar corretamente materiais...

Instagram