Após perder o filho e superar drogas, homem se dedica a alimentar mais de 200 famílias por dia

Clique e ouça:

Hoje líder de um projeto inovador que está alimentando mais de 200 famílias vulneráveis durante a pandemia, a vida de Igor Lana passou por altos e baixos. Após perder o filho adolescente há 3 anos e se envolver com drogas, ele parece finalmente ter encontrado na generosidade o caminho para uma vida melhor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele vive em uma das centenas de casas de madeira e chão de terra da Ocupação Terra Nossa, em Taquaril, região Leste de Bel Horizonte e decidiu agir quando viu que milhares de famílias não estavam conseguindo se alimentar dignamente durante a pandemia.

“O que eu gosto é de fazer justiça para o pobre, para quem precisa, e não pretendo parar”, afirma.

marmitas pessoas vulneráveis 1
Foto: arquivo pessoal

A ocupação está recebendo cestas básicas desde o início do surto do cornavírus, mas, segundo ele, isto não era o suficiente. “Não dava pra dividir as cestas básicas que a gente recebia para todo mundo, aí a gente pensou: já que a cesta básica não dá pra todos, vamos montar uma cozinha comunitária, de solidariedade”, explica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi então que, com a ajuda de sua esposa, Igor criou uma cozinha solidária. Com a ajuda de mais 4 voluntários, eles servem café da manhã e almoço todos os dias, de segunda a sexta, para todas as famílias que precisam. Algumas não tem nem mesmo fogão em casa e estão impossibilitadas de preparar uma refeição quente.

marmitas pessoas vulneráveis 2
Foto: arquivo pessoal

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

O Projeto

Com o intuito de profissionalizar ainda mais o projeto, Igor reorganizou a estrutura e transferiu a cozinha de um cômodo na sede da ocupação para a própria casa, onde coordena a distribuição de doações.

“Eu recebo tudo, organizo e, para evitar aglomeração, combino horário para cada um buscar o que precisa, tenho álcool gel na porta, peço para usarem máscara e tudo mais. Não é luxo, mas é organizado”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De acordo com ele, tudo é feito de maneira a proteger as pessoas da contaminação.

Águas Passadas

Igor parece finalmente ter encontrado seu caminho, mas nem sempre foi assim.

Há três anos, ele perdeu o filho adolescente com dois tiros na nuca e, desde então, tem buscado forças: “De lá para cá, faz três anos que eu não me envolvo em nada, e agora faço as coisas por amor”. 

Ele diz isto porque teve uma longa e penosa relação com as drogas. “Eu já vendi droga antigamente, caí no crack, fui preso, fiz de tudo nessa vida… Mas Deus me libertou, não foi religião nenhuma. O que eu faço hoje é a vontade de Deus, tentando ajudar o próximo”, conta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

marmitas pessoas vulneráveis 3
Foto: arquivo pessoal

O caminho do bem

Muita gente que teve um passado difícil parece encontrar seu caminho na generosidade. Está sendo assim com Igor e sua esposa, que já era cozinheira, mas perdeu o emprego por conta da pandemia.

Com o inverno se aproximando, além dos alimentos eles estão se mobilizando para doar cobertores e agasalhos para as pessoas da ocupação.

O projeto encabeçado por ele precisa de doações, desde botijões de gás, até comida como carnes, legumes, verduras e frutas, já que todas as refeições preparadas são provenientes de doações. Para ajudar, basta entrar em contato diretamente com Igor pelo WhatsApp, no número (31) 99846-0045.

Apesar de ter nascido em plena pandemia, ele não tem planos de parar com a iniciativa nunca mais!

Fonte: BHAZ

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,093,265FãsCurtir
2,678,824SeguidoresSeguir
22,350SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menino autista tem crise em parque e funcionária reage da melhor forma possível

Um garotinho autista de 9 anos sofreu uma crise súbita durante uma visita ao parque de diversões da Universal, em Orlando, nos EUA. Por...

Internautas fazem vaquinha para ajudar idosa arrastada por carro em Taguatinga (DF)

A diarista Marina Izidoro de Morais, 63 anos, foi brutalmente arrastada por um carro por mais de 100 metros em Taguatinga, ela vendia balões...

Há 20 anos empresa de ônibus do RS leva crianças de graça na escola

Se para alguns jovens e crianças ir à escola é uma tarefa simples e sem maiores complicações, para outros pode ser um pouco mais...

Apoio é tudo! Pai, tio e avô de jovem com leucemia aguda raspam a cabeça para apoiá-la

Apoio é tudo e quando vem da família tem um poder ainda mais especial. Marcela do Carmo, 23 anos, recentemente diagnosticada com leucemia aguda, com...

Homem distribui dinheiro para pequenos comerciantes expandirem seu negócio

Os comerciantes, entre eles, muitas mulheres, choram e se ajoelham em sinal de agradecimento.

Instagram

Após perder o filho e superar drogas, homem se dedica a alimentar mais de 200 famílias por dia 2