Após perder o pai para o Parkinson, ele oferece passeios a idosos e pessoas com dificuldade de locomoção no Rio

O Plínio Amaro perdeu o pai para o Mal de Parkinson e decidiu usar tudo o que aprendeu cuidando do idoso para ser a companhia que muitos velhinhos sentem falta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Para a principal causa de demência infantil, o diagnóstico precoce é tão importante quanto o tratamento

Em conversa com o Razões para Acreditar, Plínio disse que se dedicou ao pai integralmente por alguns anos, pois o idoso precisava de cuidados especiais. Incluía passear com o pai pra ele ter momentos de distração.

“Nesse período, comigo o empurrando em uma cadeira de rodas, nós vivemos momentos muito marcantes nos passeios que fazíamos pelo Estado do Rio. Ele faleceu em agosto de 2016.”

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos
Plínio e o pai

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Plínio hoje oferece a idosos e pessoas com dificuldades de locomoção, sozinhas ou acompanhadas por um familiar, momentos como aqueles que viveu com o pai. “Eu raramente via idosos debilitados e cadeirantes nos passeios que fazíamos”, lembra Plínio.

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

Leia também: Homem cria serviço que auxilia idosos a se locomoverem em Lajeado (RS)

Pode ser para um passeio ao ar livre e também para um exame médico, explica Plínio, que é formado em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e dá todo crédito dessa conquista ao pai.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos
Plínio é formado em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e dá todo crédito dessa conquista ao pai

“Eu adorava viver essas experiências com meu pai. Apesar de ser necessária muito paciência e disposição. Ele podia ter perdido a capacidade de andar e falar, mas não havia perdido a capacidade de se emocionar e menos ainda a vontade de viver. Ele foi uma companhia maravilhosa!”

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Publicitária larga emprego fixo para virar “Neta de Aluguel” em Uberlândia

A foto do cartão de Plínio é de um passeio com o pai na Ilha de Paquetá. Ao lado está o telefone de contato e o Instagram de Plínio para os interessados no seu serviço.

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idososcrédito das fotos: Reprodução/Instagram @amaroplinio

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,785FãsCurtir
1,922,545SeguidoresSeguir
9,396SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Instagram