Após perder o pai para o Parkinson, ele oferece passeios a idosos e pessoas com dificuldade de locomoção no Rio

O Plínio Amaro perdeu o pai para o Mal de Parkinson e decidiu usar tudo o que aprendeu cuidando do idoso para ser a companhia que muitos velhinhos sentem falta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Para a principal causa de demência infantil, o diagnóstico precoce é tão importante quanto o tratamento

Em conversa com o Razões para Acreditar, Plínio disse que se dedicou ao pai integralmente por alguns anos, pois o idoso precisava de cuidados especiais. Incluía passear com o pai pra ele ter momentos de distração.

“Nesse período, comigo o empurrando em uma cadeira de rodas, nós vivemos momentos muito marcantes nos passeios que fazíamos pelo Estado do Rio. Ele faleceu em agosto de 2016.”

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos
Plínio e o pai

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Plínio hoje oferece a idosos e pessoas com dificuldades de locomoção, sozinhas ou acompanhadas por um familiar, momentos como aqueles que viveu com o pai. “Eu raramente via idosos debilitados e cadeirantes nos passeios que fazíamos”, lembra Plínio.

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

Leia também: Homem cria serviço que auxilia idosos a se locomoverem em Lajeado (RS)

Pode ser para um passeio ao ar livre e também para um exame médico, explica Plínio, que é formado em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e dá todo crédito dessa conquista ao pai.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos
Plínio é formado em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e dá todo crédito dessa conquista ao pai

“Eu adorava viver essas experiências com meu pai. Apesar de ser necessária muito paciência e disposição. Ele podia ter perdido a capacidade de andar e falar, mas não havia perdido a capacidade de se emocionar e menos ainda a vontade de viver. Ele foi uma companhia maravilhosa!”

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Publicitária larga emprego fixo para virar “Neta de Aluguel” em Uberlândia

A foto do cartão de Plínio é de um passeio com o pai na Ilha de Paquetá. Ao lado está o telefone de contato e o Instagram de Plínio para os interessados no seu serviço.

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idosos

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

após perder pai parkinson ele oferece serviço acompanhante idososcrédito das fotos: Reprodução/Instagram @amaroplinio

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,092,098SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Aos 67 anos, idosa realiza sonho de passar batom após cirurgia e ela ficou linda!

O sonho da dona Maria sempre foi passar um batom. Algo simples, mas que não pôde fazer até os 67 anos por causa de...

No verão, homem chama crianças da vizinhança para festa na piscina

O vovô Jailson reúne a criançada para um dia de festa na piscina da sua casa, com a cachorro-quente, sorvete, pipoca e muuuitos brinquedos

Neto tatua o último bilhete deixado pela avó antes de morrer

Histórias de amor sempre nos emocionam, e tudo relacionado à família (e aqui me refiro a toda e qualquer formação de dela - já...

Casal de cadeirantes monta sala de aula em garagem e alfabetiza crianças em SP

A perda do movimento das pernas e a limitação física não impediram Sônia Soranzo, 60 anos, e Jeferson Andrade, 55 anos, a seguir adiante...

Policial liberta cachorro preso em toldo e ganha ‘abraço’ como forma de agradecimento

Por vezes os cachorros são capazes de fazer coisas que nem os próprios donos compreendem. Um cãozinho que mora em San Felipe, na província de...

Instagram

Após perder o pai para o Parkinson, ele oferece passeios a idosos e pessoas com dificuldade de locomoção no Rio 2