App quer unir pacientes de câncer com quem já se curou para ajudar na cura

Já esta provado que quando um paciente com câncer mantém uma atitude positiva tem mais chances de ser curado e, para que isso aconteça, a esperança é essencial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pensando nisso, a Liga Argentina de Luta contra o Câncer (Lalcec) criou o Hope App, um aplicativo que quer conectar pacientes iniciando tratamento com outros que já se curaram.

A ferramenta estimula a socialização entre os pacientes e a troca entre amigos e familiares com dificuldade de lidar com algumas situações.

Pacientes recuperados ajudam aqueles em tratamento a superar seus medos, resolver as suas preocupações e, mais importante, mostrar-lhes que o câncer pode ser derrotado.

O aplicativo está disponível gratuitamente para Android e iOS e funciona em smartphones e tablets.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hope App – Argentinian League Against Cancer from Juan Martin Lodola on Vimeo.

board hope app

hope-620x264

Fonte: Catraca Livre

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,858SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com ajuda de internautas, pai e filho que dormiam em areia de praia comprarão sua casa

O vendedor ambulante de lagosta Renato e seu filho João Pedro, 7 anos, não precisarão mais dormir debaixo de uma tenda de taipa na...

Médico usa desenho animado para acalmar bebê transferido de helicóptero para hospital

O médico do Samu, Maurício Lemos deu um bom jeitinho na hora de tranferir um garotinho de 1 ano e 4 meses entre hospitais,...

Vendedor de cachorro-quente é tão ajudado que pede para as pessoas pararem de doar

Joaquim Antônio é vendedor de cachorro-quente e quase sempre trabalhou na porta do Colégio Salesiano Sagrado Coração, em Recife (PE). Por causa da quarentena, teve...

Estudantes arrecadam alimentos para dar a famílias sertanejas neste Natal

A estudante Renata Lima, 16 anos, e mais alguns colegas do Ensino Médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, campus...

Colégio tradicional no Rio acaba com distinção de uniforme por gênero

O Colégio Pedro II é um dos mais tradicionais do Rio de Janeiro, mas acaba de extinguir uma tradição que não faz o menor...

Instagram

App quer unir pacientes de câncer com quem já se curou para ajudar na cura 1