Arara atropelada ganha implante de bico inédito no MS

Clique e ouça:

Uma arara-canindé vítima de atropelamento ganhou um implante de bico para poder se alimentar. A cirurgia aconteceu no dia 29 de fevereiro, em Campo Grande (MS).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A arara foi resgatada pela Polícia Militar Ambiental (PMA) com ferimentos graves, especialmente no bico, sendo levada às pressas para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS).

O veterinário Lucas Cazati coordenou a equipe de cirurgia que realizou o implante.

“Ela chegou com muito sangramento e desde a sua entrada no CRAS, até a cirurgia, o trabalho se concentrou em tirá-la da situação de risco. Realizamos todo um procedimento que nos permitiu um diagnóstico favorável à cirurgia”, contou ao Instituto de Meio Ambiente do estado (Imasul).

Arara-canindé atropelada recebe implante de bico
Foto: Imasul/Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A equipe veterinária já havia realizado pequenas cirurgias reparativas em jabutis, mas a cirurgia em uma ave foi nova – e bem mais complexa.

“Utilizamos um bico de animal já falecido, que foi recortado, ajustado com resina de dentista e fixado com parafusos ortopédicos, de forma que a arara fique bem e consiga se alimentar”, explicou Lucas.

Uma bióloga sul-mato-grossense dedicou 30 dos seus 58 anos às araras-azuis-grandes, tirando a espécie da lista de animais ameaçados de extinção.

Uma das principais características da arara-canindé (também chamada de arara-de-barriga-amarela ou arari) é seu bico forte e resistente. Elas costumam ingerir pedrinhas que auxiliam na trituração de sementes das palmeiras, parte importante de suas dietas.

Arara-canindé atropelada recebe implante de bico
Foto: Imasul/Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O implante do bico levou 1h30, envolvendo 7 profissionais, entre veterinários, biólogos e zootecnista. Foi um sucesso! Agora, a ararinha segue sob observação médica.

[Uma reserva ambiental no Amapá precisa de apoio para não fechar as portas. Clique aqui e saiba como ajudar.]

Inicialmente, ela deve ser alimentada com alimentos mais macios, como mamão e outras frutas.

“É um período que exige cuidados, mas nosso prognóstico é de que em até 2 meses ela poderá ter condições de voltar à natureza”, disse Cazati.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

Fonte: G1

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,052,176FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem com deficiência humilhado por atraso de salgados se surpreende com apoio: “o telefone não para”

Coisa mais linda essa corrente de solidariedade, o Rafael tá sem acreditar! Rafael foi humilhado por um cliente que não aceitou o atraso da sua...

Homem cria “restaurante” 24 horas para alimentar cachorros de rua

João Araújo mora em Palmas, no Tocantins e é gerente de uma loja de peças para motos. Ele sempre se preocupou com os cachorros de rua da...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Sambista Arlindo Cruz volta a falar três anos depois do AVC

O cantor Arlindinho, filho de Arlindo Cruz, deixou uma mensagem em suas redes sociais que nos encheu de alegria: após mais de três anos...

Mãe que anunciou faxina por R$ 20 para alimentar filhos comove internautas e recebe R$ 53 mil em doações

A jovem mãe Liliane está desempregada e as faxinas foi o meio que encontrou pra não faltar comida em casa.

Instagram

Arara atropelada ganha implante de bico inédito no MS 13