Professora baiana desempregada faz currículo em forma de poesia

Entre versos, Adrielle de Jesus relata como tem sido difícil conviver com o desemprego.


Professora desempregada faz currículo em forma de poesia na Bahia
PUBLICIDADE ANUNCIE

Transformar a dor do desemprego em poesia. Foi exatamente isso que a jovem professora baiana Andrielle de Jesus, 25 anos, fez. Precisando urgentemente de um emprego, elaborou seu currículo em forma de poesia: a ‘Poética do Desemprego’.

“E foi pensando em pedir a sua ajuda, que esse poema, talvez poesia, nasceu”, diz um trecho do texto.

Andrielle contou ao Razões que não esperava que o seu currículo em forma de poesia viralizasse na cidade em que vive, Santo Antônio de Jesus (BA).

O texto surgiu num momento de angústia, já que há um ano ela não consegue emprego. Andrielle é graduada em licenciatura em História e já entregou currículo em toda a cidade. Inclusive, está disposta a mudar de cidade para trabalhar.

“Gosto de ser professora, para ser sincera, sinto falta de estar na sala de aula e de colocar em prática o conhecimento adquirido durante minha licenciatura”, desabafou.

Reprodução do currículo em forma de poesia da jovem professora
O currículo em forma de poesia surgiu num momento de angústia, já que há um ano a professora não consegue emprego. Foto: Reprodução

Ela compartilhou o texto com uma rede de amigos e começou a receber um incrível feedback deles.

“Uma de minhas amigas sugeriu a criação do card com a promessa de compartilhamento. E foi assim que a ‘Poética do Desemprego’, em poucas horas, viralizou.”

Com a repercussão do currículo-poesia, ela conseguiu dinheiro para se inscrever num concurso público. O valor da inscrição era de 100 reais. Ela tem recebido apoio de todos os lados, mas, infelizmente, ainda não surgiu a oportunidade de um emprego. 😔

“Confesso que mesmo estando imensamente feliz e grata também estou em choque, ainda estou processando tudo que vem acontecendo desde a escrita do texto.”

Professora baiana desempregada faz currículo em forma de poesia 1
Foto: Laiá Films (@laiafilms); Edgar Azevedo (@edgarazevedo) e Rafael Zu (@rafaelzuanny)

Dificuldades em casa

Para se manter, Adrielle tem feito trabalhos freelancers, mas o que consegue ganhar não é o suficiente para ajudar em casa, onde mora com a mãe e a avó.

PUBLICIDADE ANUNCIE

A avó, já idosa, recebe aposentadoria rural. A mãe, desempregada, faz de tudo um pouco para completar a renda da família: vende empadas e planta quiabo e abóbora no terreno emprestado por uma vizinha.

“Tanto vovó quanto mainha são diabéticas e hipertensas. Vovó possui glaucoma e não consegue enxergar e, por isso, ela não faz absolutamente nada sozinha, ela é totalmente dependente de cuidados. O meu desespero para arrumar emprego é para colaborar com as despesas da casa.”

Professora baiana desempregada faz currículo em forma de poesia 2
Foto: Laiá Films (@laiafilms); Edgar Azevedo (@edgarazevedo) e Rafael Zu (@rafaelzuanny)

Professora enfrenta uma doença degenerativa da córnea

Há quatro anos, Andrielle descobriu que tem Ceracotone, uma doença degenerativa da córnea. O diagnóstico veio com uma urgência: precisava de uma lente de contato o quanto antes.

A cada doze meses, as lentes precisam ser trocadas. Juntas, as duas custam R$ 3 mil. Com a lente, o olho direito consegue chegar a 100% da sua capacidade de visão. O esquerdo, por outro lado, mesmo com a lente, só chega a 40%.

“Preciso urgentemente cuidar da minha saúde e esse também é um dos motivos da urgência em encontrar um emprego”, afirma.

Amor pela escrita

Como já deu para perceber, é através da escrita que a professora se expressa. Quem quiser acompanhar o seu lindo trabalho, só acessar o seu blog Mais Íntimo. Lá, ela compartilha seus sentimentos. ❤

Quem quiser também entrar em contato com Andrielle pode fazer isso pelo número de Whatsapp (75) 99128-8886.

Desejamos muito que a sua poesia toque o coração de mais pessoas e quem sabe, conquiste o seu tão sonhado emprego, Andrielle! Estamos na torcida e confiantes: Axé! 🙏

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Professora baiana desempregada faz currículo em forma de poesia 3

 

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar