Artista “bicha, trans e preta” luta contra um câncer e combate o machismo nas periferias de SP

Clique e ouça:

Diretora da peça “É pra copiar ou reescrever”, apresentada em escolas da periferia de São Paulo, Linn Santos, 25 anos, declara-se como “uma bicha, trans e preta”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela disse em entrevista ao iGay que prefere ser direcionada no gênero feminino e revela questionar sua imagem e corpo: “Minha estética, meu comportamento e minha atitude não formam uma apresentação gay. Acabo transgredindo e ultrapassando essas barreiras”, diz Linn, que também luta contra um câncer.

O espetáculo dirigido por ela faz parte do projeto Espaço Aberto para a Diversidade Sexual e de Gênero na Periferia. É resultado de uma pesquisa realizada com 10 adolescentes de São Mateus, bairro da capital paulista, que discutiu questões como pornografia, sexo, sexualidade e igreja, baseando-se nas vivências dos próprios jovens.

Para Linn, a escola e os jovens ainda são opressores e machistas:

“Lá, na escola, é onde o cidadão se constrói. Nós temos que repensar e construir a maneira de olhar as diferenças desde cedo”, completa, reforçando a importância do seu trabalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

3onjbl317k3z6w10m7oezrim2

4kq5fsf3hnxlwt0ki2a0xvhth

506evuinnlxs1t6w99k5cchvc

Todas as imagens: Reprodução/Tumblr

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,078,568FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,749SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Após humilhação, motoboy ganha mais de R$190 mil em vaquinha, moto nova e é contratado por agência de marketing

Em menos de 24 horas, batemos a meta da vaquinha na VOAA para ajudar o motoboy Matheus a dar a volta por cima, depois...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Instagram

Artista "bicha, trans e preta" luta contra um câncer e combate o machismo nas periferias de SP 14