Artista de 102 anos assiste a si mesma dançando pela primeira vez na vida

Quando esta senhora de 102 anos, chamada Alice Barker dançou e na linha de frente de uma apresentação de dança entre as décadas de 30 e 40, os vídeos gravados via celular eram algo inconcebível.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas, com a ajuda do produtor David Shuff e do Mark Cantor, dona de uma empresa especializada no registro e recuperação de arquivos de Jazz, chamada Jazz on Film, Alice pôde finalmente assistir a si mesma jovem dançando pela primeira vez.

Shuff, que é dono de um cão de terapia, contou ao site Mashable que conheceu Barker anos atrás quando visitava a casa de repouso com seu filhote. Todo mundo por lá sabia que Barker tinha sido uma dançarina famosa, dividindo o palco com nomes como Frank Sinatra, mas todos seus registros haviam sido perdidos.

Depois de uma longa busca, David entrou em contato com Mark, que tem um arsenal gigante dessas antigas apresentações, que são basicamente alguns dos vídeos mais antigos de música.

Depois de assistir alguns vídeos, Barker ficou com vontade novamente de balançar a cintura!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Qual foi a sensação de ver a si mesma?” perguntou uma mulher à Alice. E ela respondeu: “Me fez querer sair dessa cama e fazer tudo isso de novo!”.

Com informações do Mashable.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,261,441SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Teste da pílula contra câncer da USP sai em 7 meses

Depois de muita polêmica, finalmente o governo federal liberou 2 milhões de reais para 3 centros de saúde iniciarem a primeira fase de testes das polêmicas pílulas contra o...

Irmãs sul-africanas criam tijolo feito de areia e plástico mais resistente que o tradicional

As irmãs Kedibone e Kekeletso Tsiloane, originárias da África do Sul, são as fundadoras da Plasti-Bricks, uma empresa administrada exclusivamente por mulheres e dedicada...

Professor usa a criatividade para aluna com deficiência dançar na apresentação da escola

Agostina encantou a todos com a alegria de estar realizando o sonho de ser bailarina por alguns minutos.

Ela era merendeira mas voltou a estudar aos 38 anos e hoje tem mestrado

A educação é mesmo extremamente importante para que a gente possa correr atrás de nossos sonhos e até mesmo mudar totalmente de vida! Sergiana...

Há 6 meses, vigilantes cuidam de idoso esquizofrênico e com hábito de acumular lixo

“A minha alegria e prazer são poder ajudar as pessoas que precisam”

Instagram