Início INSPIRAÇÃO Amor Artistas de rua tocam música especial para recém-casados no metrô de SP

Artistas de rua tocam música especial para recém-casados no metrô de SP

Uma usuária do Facebook postou ontem o vídeo de um casal dançando juntinho no vagão do metrô de São Paulo. Até aí, nenhuma novidade, não é mesmo? Quer dizer, não é todo dia que um casal começa a dançar no meio do vagão.

É que os pombinhos não conheciam os músicos que estavam no mesmo vagão que eles – invejosos dirão que é “teatrinho”, okay, NEXT!

Sério, é mais um daqueles acasos maravilhosos que a vida reserva pra gente nas horas mais improváveis. Pois, foi isso o que rolou! Um presentão para a usuária que saiu de casa atrasada para o trabalho.

“Tava saindo pro trabalho toda errada e atrasada. Aceleradíssima e impaciente. Mas aí, quando entro no metrô a mil por hora, me deparo com essa cena. Recém-casados, os noivos tiveram a sorte de encontrar com os músicos dentro do vagão”, escreveu.

A dança durou da estação Vila Madalena até a Sumaré. Depois de tanto amor no ar, a usuária até ficou mais tranquila: “Uma pequena prova de que às vezes a hora errada pode mesmo ser a certa”. Disse tudo, garota!

Dá play:

Fotos: Reprodução/Facebook

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,393FãsCurtir
1,679,029SeguidoresSeguir
8,241SeguidoresSeguir
11,000InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadora de Manaus desenvolve plástico biodegradável a partir do cará

Quem já comeu sabe o quanto o cará é saboroso. O tubérculo, que é bem parecido com o inhame, é rico em fibras e...

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Instagram