Associação de moradores distribui comedouros comunitários para animais em Jericoacoara (CE)

A realidade dos cães e gatos que vivem nas ruas da vila de Jericoacoara, no Ceará, é desoladora em comparação com as suas belezas naturais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sabendo disso, os moradores locais se reuniram e criaram a Associação Protetora dos Animais “Jeri Sobre Patas”, que oferece aos bichinhos serviços de saúde e alimentação.

Uma das ações são os comedouros comunitários, recipientes que armazenam ração e água e estão presentes em onze pontos estratégicos da vila. O projeto foi implementado em janeiro deste ano para alimentar e fortalecer a saúde de cães e gatos que vivem na vila.

Leia também: Cães de rua ganham máquina que distribui ração e água em SP

Além de alimentar, a associação castra os animais para o controle de natalidade. Segundo a coordenadora da Jeri Sobre Patas, Carla Souza, foram castrados 600 animais desde a criação da associação, em 2012.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto dos comedouros comunitários conta atualmente com 12 voluntários e eles são mantidos com doações em dinheiro e rações doadas pelos moradores e turistas da vila.

via [O Povo]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,246,606SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Carpinteiro doa mais de 10 mil muletas em 48 anos de profissão

Aos 89 anos de idade, o sr. Nicola Gonçalves já criou e doou mais de 10 mil muletas e 4 mil bengalas para pessoas carentes...

Shopping abre mais cedo para crianças autistas conhecerem Papai Noel em silêncio

Segundo o site Campo Grande News, foi a primeira vez que crianças autistas ficaram mais de uma hora no Shopping da cidade de Campo...

No Pará, mulher construiu própria casa e cavou poço sozinha para matar sede da família

Todo ano, o acesso limitado à água potável em uma vila de São Félix do Xingu (PA) causa sofrimento à família de Joana. Ela...

Vídeo mostra momento em que avó conhece netinha adotiva pela primeira vez

Foi um processo longo, mas depois de um ano finalmente o casal estava com sua filha adotiva em casa. Mas faltava contar a novidade para...

Sem internet e com livros encontrados no lixo, pernambucano passa em universidade pública

Quais são as barreiras e limites para estudar? Para Davi Eduardo Ferreira de Brito, 20 anos, poucas coisas podem ficar entre ele e o...

Instagram