Iniciativa convoca voluntários para ajudar vizinhos isolados por conta do coronavírus

Clique e ouça:

O momento é de preocupação e aflição, mas também há espaço para a esperança e muitas razões para acreditar. Aqui no Brasil, uma iniciativa está convocando voluntários par ajudarem vizinhos idosos ou que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus e que não podem sair de casa para fazer atividades essenciais, como a feira, por exemplo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É possível se inscrever para ser um voluntário que vai ajudar nas tarefas diárias, como ida ao mercado ou farmácia e passeio com animais de estimação.

Além disso, as pessoas dos grupos de riscos (idosos, diabéticos, hipertensos, quem tem insuficiência cardíaca, renal ou doença respiratória crônica) podem se inscrever no site para solicitar ajuda e a plataforma direciona o voluntário mais próximo para ajudá-los.

O movimento Vizinho Amigo foi criado em Portugal, e aqui no Brasil ganhou a parceria da plataforma Atados, que já atua conectando voluntários com projetos sociais.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Publiquei no grupo do condomínio onde moro que estava disponível para ajudar quem precisasse. Vendo isso, minha vizinha me apresentou o Vizinho Amigo, idealizado por voluntários em Portugal, e na hora já quis trazer o projeto pro Brasil“, explica Gabriela Pereira, voluntária que trouxe o projeto para o país.

View this post on Instagram

A Vizinho amigo ganhou reforços. A @atados apostou nessa ideia e juntos agora temos uma nova forma de se cadastrar. Se você quer ajudar quem não pode sair de casa ou precisa de ajuda neste momento, acesse www.atados.com.br/vizinhoamigo e passe a mensagem pra frente! 📣 #vizinhoamigo

A post shared by Vizinho Amigo Brasil (@vizinhoamigobr) on

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A ideia é que o voluntário inicie este movimento em seu bairro e colabore com pequenas atitudes como realizar compras no mercado, na farmácia, passear com animais de estimação ou mesmo dar um telefonema para conversar com pessoas do grupo de risco”, disse Daniel Morais, fundador do Atados.

Se você não faz parte do grupo de risco, está bem de saúde e tem disponibilidade, se inscreva clicando aqui. Se você não puder ajudar dessa forma, pode atuar também como um embaixador do projeto, ajudando na divulgação com os materiais de apoio desenvolvidos pela organização.

Essa iniciativa ajuda a dar match entre quem precisa e quem pode ajudar nesse momento difícil. É como outras atitudes já tomadas por brasileiros para colaborar com quem não pode se arriscar saindo de casa, a exemplo do médico que se oferece para prestar atendimentos de graça a vizinhos para que eles não precisem ir desnecessariamente a um pronto socorro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Iniciativas para ajudar

Listamos 10 iniciativas em meio ao coronavírus para acalentar o seu coração, clique aqui.

Também reunimos diversos serviços gratuitos para você aproveitar durante a pandemia do coronavírus, clique aqui.

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,093,265FãsCurtir
2,678,824SeguidoresSeguir
22,350SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Paciente fã do Michael Jackson ganha surpresa de médico

“Acabou que o maior presente, quem recebeu fui eu."

Homem limpa sozinho um playground na Malásia, para proteger crianças da Covid-19

Em tempos onde todo mundo se preocupa com a limpeza dos ambientes, Mustaqim Kumar Abdullah Sooria lembrou de lavar um espaço que poucas pessoas...

Para que mãe participasse, filho muda cerimônia de casamento para o quarto de hospital dela

A mãe do noivo não tinha muito tempo de vida... então eles resolveram fazer a cerimônia de casamento no hospital.

Vovô sírio transforma lixo em brinquedo para alegrar crianças em campos de refugiados

Em meio à guerra civil, que já deixou 10 milhões de refugiados da Síria desde 2011, o carpinteiro Kareem, de 65 anos, vive com...

Garotinho de quatro anos ganha festa do caminhão de lixo

O blim-blém da buzina é o sinal. Sandálias nos pés, no colo da mãe e com os olhos voltados para a rua, através da...

Instagram

Iniciativa convoca voluntários para ajudar vizinhos isolados por conta do coronavírus 1