Aos 94 anos, atleta idosa corre 3 vezes por semana de 7 a 12 km e brinca: ‘Vovó corredora’

Aos 94 anos de idade, a dona Adelmira Adão mantém uma rotina de dar inveja: três vezes por semana, antes das cinco horas da manhã, lá está ela se arrumando para fazer sua corrida matinal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Antes de sair, a idosa faz sua oração, calça os tênis, arruma o cabelo e parte em um longo trajeto pelas ruas de Cachoeiro de Itapemirim (ES) – são 7 a 12 quilômetros de corrida por dia!

atleta idosa caminha doze km por corrida

“Tem gente que me olha correndo e comenta ‘Que velha maluca! Não vai aguentar’, mas eu faço como quem não está escutando e continuo”, brincou a atleta, que é carinhosamente chamada nas redes sociais de ‘vovó corredora’.

Adelmira mora há alguns anos com o neto, David Arão, 40 anos. Nem sempre ela foi interessada por atividade física, embora hoje a corrida seja sua marca registrada.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A idosa conta que seu companheiro de longa data faleceu quando ela tinha 74 anos. Na época, David ainda não morava junto com a avó e ela se sentia muito sozinha.

Disposta a fazer novas amizades, Adelmira ingressou em um grupo de atividade física para a terceira idade e, um ano depois, aos 76 anos, realizou sua primeira corrida.

atleta idosa caminha doze km por corrida

“Esse primeiro evento reuniu dois grupos: um de caminhada da terceira idade, que minha avó fazia parte, e corredores. Quando tocou o primeiro sinal era para os corredores saírem na frente, mas vovó foi junto. Tinha um pessoal falando ‘não é para você ir agora, não’, mas ela ignorou, correu e completou 10 km de primeira”, contou David.

Ele conta que acompanha a avó nas corridas, de modo a ter certeza que ela está hidratada e apta a continuar o percurso. Já nos treinos, Adelmira prefere ir sozinha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vou eu e Deus. Não gosto de falação no meu ouvido, não”, brincou a idosa.

atleta idosa caminha doze km por corrida

Nos últimos dezoito anos, Aldemira estima já ter completado mais de 30 corridas entre os estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Ela ainda ostenta o título do ‘Estadual de Atletismo da Terceira Idade‘, que reuniu idosos a partir dos 60 anos em 2009.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aos 94 anos, dona Adelmira tem muitos planos e sonhos para o futuro. Um deles é participar da tradicional Volta Internacional da Pampulha, em Belo Horizonte (MG), e completar uma prova em São Paulo, único estado do Sudeste que ainda não visitou.

Eu gosto de correr. Refresca a minha mente e eu me sinto bem”, completou a longeva atleta.

Fonte: Voz da Bahia
Foto: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,773,760SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Exército do bem: quem são as pessoas que ajudaram as vítimas da Somália

Ainda bem que existem heróis quando as tragédias ocorrem no mundo, como foi o triste caso da Somália. Entre os grupos de ajuda que...

Jovens autistas do DF formam banda de rock e promovem inclusão social

A banda de rock Timeout rompe paradigmas em cima do palco.

Casal que havia feito ensaio pré-adoção refaz fotos agora com a chegada da filha

Nós tivemos a sorte de compartilhar essa história linda, quando ela ainda estava começando: ainda em um ensaio pré-adoção que eles fizeram. LEIA TAMBÉM: Por...

Aluno junta lacre de latinhas para comprar cadeira de rodas motorizada para professora

Prepara o lenço porque essa história é linda demais pra não chorar... Um garoto de apenas 10 anos iniciou uma campanha na sua escola...

Repórter adota cãozinho que não parava de abraçá-lo durante reportagem

Esse doguinho literalmente escolheu seu novo tutor! Geralmente é o contrário, né, não para esse Caramelo, que deu um abraço dengoso no repórter e...

Instagram