Atriz negra interpretará Ariel em live-action de ‘A Pequena Sereia’

A Disney anunciou nesta quarta-feira (3) que a cantora de R&B Halle Bailey, de 19 anos, interpretará a princesa Ariel na versão live-action do clássico desenho animado “A Pequena Sereia”, de 1989.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O anúncio surpreendeu a mídia especializada e o público, uma vez que a gigante do entretenimento raramente contrata atrizes negras para o papel de princesas.

Halle atua na série de comédia ‘Grown-ish’ e já participou de um clipe da cantora Beyoncé.

Pelas redes sociais, ela escreveu que interpretar o papel de Ariel é um “sonho que se torna realidade”. Além do post, a atriz postou uma ilustração da personagem, mas de pele escura, olhos castanhos e cabelo negro.

atriz negra pequena sereia
Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Responsável pela produção do filme, o diretor Rob Marshall afirmou que Halle foi escolhida após uma longa e extensiva busca de atrizes. Ele optou pela cantora por sua combinação de “espírito, coração, juventude, inocência e conteúdo, além de uma voz gloriosa”.

Halle forma com a irmã a dupla Chloe X Halle, indicada ao Grammy de artista revelação do ano passado.

Leia também: Modelo trans, negra e com deficiência consegue sua primeira capa de revista

A escolha da jovem foi bem recebida nas redes sociais, mas também criticada, já que Ariel, como a maioria das princesas da Disney, é representada como uma jovem de pele branca.

Curioso, afinal, atores brancos já interpretaram no cinema pessoas negras e de outras etnias, sem tanto alarde quanto a escolha de Halle para o papel de uma personagem que existe apenas na ficção: Ariel é uma sereia (clique aqui e veja).

Leia também: Personagem negra e defensora dos animais estreia nas histórias da Turma da Mônica

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas essa não é a primeira vez que Halle precisa se provar para o mundo. Em março de 2018, pouco após o lançamento do primeiro álbum de Chloe X Halle, ela deu uma entrevista para a Vulture e falou sobre a vontade de controlar a narrativa do duo, ao invés de deixar nas mãos de agentes e empresários.

“Sempre existiu uma subestimação, e sempre haverá, porque parecemos estas meninas pequenas, jovens (…) Para nós, é divertido nos colocar a prova. Quando a gente chuta a porta e ela abre, é engraçado ver a reação das pessoas. Elas entendem que nós conseguimos fazer as coisas.”

Pinçamos alguns comentários no Twitter:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: O Dia e Omelete

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,558,019SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Sem pacientes, as luzes dos hospitais de campanha da Espanha se apagam

A Espanha, segundo país mais afetado no mundo pela Covid-19, tem muito o que comemorar. O país está vencendo a doença após dois meses...

Eu, meu cão e o câncer

Só quem teve o previlégio de ser amado por um animal de estimação, poderá entender o meu relato a seguir.

Menino criticado por ‘rabiscar’ cadernos hoje decora restaurante com seus desenhos

O menino era criticado na sala de aula por 'rabiscar' seus cadernos com figuras e formas aparentemente aleatórias. Só que não! 😉

Comunidade organizada transforma lixão em área de lazer no Ceará

Nos últimos 40 anos, o terreno baldio era usado como lixão, atraindo insetos e pequenos animais.

Lâmpada movida a algas dispensa eletricidade e ainda ajuda a despoluir o ar

A invenção da lâmpada movida a algas, capaz de despoluir ambientes e de produzir luminosidade sem uso de eletricidade foi inventada pelo bioquímico francês Pierre Calleja.

Instagram