Atriz paraplégica dá lição de superação

Há 12 anos, Tabata Contri sofreu um acidente de carro e ficou paraplégica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas, ao contrário do que muitos poderiam esperar, isso não mudou completamente a sua vida; apenas um pouco. Porque Tabata não acredita que a deficiência é o que a define. “Adquirir uma lesão não muda quem a gente é. Eu sou a mesma de antes, só que antes eu estava em pé, agora estou sentada.”

A paulistana de 31 anos hoje trabalha como atriz e como consultora para pessoas com deficiência. “Fui fazer teatro super despretensiosamente. […] Me tornei atriz e fui a primeira atriz cadeirante do Brasil a fazer uma novela”.

Conheça a linda história de Tabata, que diz que “não é a deficiência que define quem você quer ser ou quem você pode ser” e que fez tudo o que quis nos 12 anos após seu acidente.

Vale a pena ver o vídeo da história dela clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tem também uma entrevista dela por conta da sua participação como atriz em uma novela brasileira:

É ou não é, uma grande razões para acreditar?

Dica da Yasmin Feliciano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,777,821SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal australiano cria café que só contrata pessoas em situação de vulnerabilidade social na Colômbia

Elas têm aulas de inglês e aprendem a preparar cafés e coquetéis, cozinhar, entre outras habilidades do serviço de garçom.

Igreja Evangélica doa onze mil reais para reconstrução de terreiro de candomblé no RJ

É tão bonito quando as pessoas respeitam a religião do outro, concordam? E é ainda mais nobre quando as pessoas lembram do mais importante:...

Com ajuda de vaquinha, protetor que alimentava animais de rua a pé compra seu carro!

A história do Adriano é maravilhosa! Ele percorria longas distância andando ou pedalando apenas para ajudar animais de rua, em Rio Claro (SP). Nós fizemos...

Brasileiro ajudou a retirar água da caverna onde estavam presos meninos na Tailândia

O brasileiro Gui Brotto participou do plano para diminuir a quantidade de água na caverna de Tham Luang.

Cachorra carrega corpo de cria carbonizado em incêndio na Espanha para enterrá-lo

Se isso não é instinto materno, então, não sabemos o que é.

Instagram