Autista que foi contratado pelo Starbucks faz sucesso dançando enquanto trabalha

A defensora da consciência do autismo Carly Fleischmann postou um vídeo desejando de aniversário que ele bombasse na internet. E seu pedido deu certo e foi assim que fomos presenteados com a cena do barista Sam, um adolescente com autismo que trabalha em uma das unidades da Starbucks em Toronto, Canadá, dançando.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Mais pessoas como Sam precisam ser vistas, ouvidas e receber uma chance de prosperar e de dançar”, diz Carly, cujo vídeo já tem mais de 350 mil visualizações no YouTube.

Na descrição do vídeo, ela revela que Sam foi diagnosticado com autismo e possui uma desordem de movimento, algo que seu corpo ainda não controla totalmente. “Nunca pensei que Sam conseguiria trabalhar atrás do balcão por conta de seus movimentos bruscos, mas seu gerente Chris acreditou nele e conduziu Sam a canalizar seus movimentos na dança”.

Conhecido como o barista dançarino, Sam contou aos seus pais que depois que começou a trabalhar lá sua vida passou a ter um “significado real”.

Mostrar isso ajuda a desmistificar o autismo e ajudar a criar mais oportunidades para todos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

SamAutism_interna

Fonte: Hypeness

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,860,568SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Escola brasileira sem aula, sem prova e na natureza atende todas as exigências do MEC

Como recriar o modelo tradicional de ensino dentro da escola? Já mostramos aqui modelos de ensino que estão sugerindo formas novas de levar educação e...

Homem arrisca a própria vida para salvar mais de mil cães em Festival de Carne de Cachorro na China

O americano Marc Ching, fundador da “Animal Hope and Wellness Foundation”, e sua namorada, salvaram mil cães que seriam mortos para servirem de comida durante...

Motorista de ambulância ajuda pacientes terminais a realizar seus últimos desejos em vida

Há mais de uma década o holandês Kees Veldboer parte em viagens quase diárias a museus, aquários, igrejas, jardins, estádios e praias com pessoas...

Sobrevivente do holocausto reencontra soldado que o libertou 70 anos depois

Joshua Kaufman, 87, um ex-prisioneiro no campo de concentração de Dachau, na Alemanha, encontrou-se com um de seus libertadores, veterano do exército norte-americano Daniel...

ONG cria espaço adaptado para onça-pintada cega em Goiás

A onça-pintada Merlin foi vítima de caça e resgatado há três anos, no Maranhão, após levar um tiro na cabeça que provocou uma lesão...

Instagram