Ela nasceu surda e sua avó a ensinou falar através de leitura labial

Diagnosticada com perda profunda bilateral severa, os médicos fadaram Morgana à incapacidade por ter nascido surda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas sua avó não deu o braço a torcer e ensinou a garotinha a falar, mesmo ela não ouvindo nada.

Seu método era extremamente caseiro e consistia em colocar a mão da neta em sua garganta e mostrar como o som era produzido ali, depois ela escrevia a letra correspondente para a menina assimilar.

E foi assim que a Morgana aprendeu a escrever e a falar, por meio da vibração da garganta e da leitura labial de sua avó.

Isso possibilitou sua entrada na escolinha, mas não permitiu que ela estivesse protegida do bullying.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bullying por ser surda

Morgana falava, mas sua voz soava diferente. É o chamado “sotaque surdo“.

Seu jeito de falar se assemelha realmente a um sotaque estrangeiro. Isso não passou desapercebido pelas crianças. Seu aparelho auditivo também não.

Morgana é surda oralizada e contou sua história no canal ter.a.pia
A Morgana é surda oralizada e, por ter um jeito diferente de falar, já chegou a ter vergonha de assumir sua deficiência auditiva

Ela conviveu com as piadinhas durante toda a infância e adolescência.

Quando já prestes a procurar emprego, não eram mais as piadas que afetavam sua vida, mas sim o preconceito do mundo corporativo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Morgana fazia inúmeras entrevistas, passava, mas ao expor algumas de suas limitações, não recebia o retorno prometido das empresas.

A volta por cima

Isso mudou quando sua mãe viu na TV uma reportagem sobre determinada empresa que tinha programas de inclusão.

Nesta empresa, Morgana se deparou com a maior mudança da sua vida. Lá, ela encontrou pessoas que, assim como ela, também eram surdas – até então ela não havia convivido com nenhum deficiente auditivo.

A partir disso, ela começa a achar sua identidade e entender que sua surdez não era devia ser um fardo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje, Morgana é secretária da diversidade surda em uma ONG e trabalha para garantir direitos essenciais aos mais de 10 milhões de surdos que existem no Brasil, e também para divulgar meios de pessoas não-surdas somarem a causa, garantindo acessibilidade e respeito para todo mundo.

Assista a sua história na sessão 52 do canal ter.a.pia:

Conteúdo do ter.a.pia, canal parceiro do Razões.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,020,257FãsCurtir
2,152,175SeguidoresSeguir
11,488SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovens e agricultores se unem e abrem bibliotecas na zona rural da Paraíba

Eu já estou apaixonado por essa história antes mesmo de começar a contar pra vocês. Esse é um exemplo de que a união entre...

Após alagamento, vaquinha arrecada R$117 mil e idosos ganharão um lar novo (BA)

Os velhinhos da Casa de Idosos Giuseppe Aras, em Itabela (BA), vão ganhar um lar novo! O asilo onde os 34 idosos moravam ficou alagado...

Pescadores salvam 5 tartarugas marinhas presas em rede de pesca

Na praia de Araranguá, em Santa Catarina, o que tinha tudo para ser apenas mais um dia normal para alguns pescadores, transformou-se em uma...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Itália começa a sair do confinamento com reabertura de comércio e igrejas

Hoje (18) o dia amanheceu diferente na Itália. Amanheceu “lindo e excitante” como descreveu um barman de Roma. Após dez semanas de portas fechadas, lojas,...

Instagram