Netos dão telas, tintas e curso para avó que ama pintar e ela realiza sonho

É comum as avós incentivarem os netos quando crianças a desenhar e pintar. Agora, neto motivando a vovó a pintar é nova. Isso aconteceu com a Dona Jacy e ela amou demais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A vó de 74 anos sempre amou pintar e desenhar, mas nunca teve a oportunidade de fazer isso em tela grande e com orientação. Aí os netos perceberam esse talento da vozona e compraram telas, tintas, pincéis e cavalete e compraram um curso online com uma artista para dona Jacy.

Eles se juntaram, dividiram o valor do presente e fizeram uma surpresa. “No começo, eu pensei que era alguma outra coisa e gostei muito e fiquei feliz, puxa vida!“, disse dona Jacy.

A ideia surgiu principalmente por causa do momento, da pandemia. A família está afastada e minha avó é muito carente, de estar sempre perto da família. E a gente sabe que ela gosta muito dessas atividades de pintar e a gente percebia que ela tem talento”, disse o neto Petterson Mendes, que foi criado por dona Jacy.

Ela mal recebeu o presente e já marcou a primeira aula, e olha só a carinha de felicidade e orgulho da avó depois de fazer os primeiros traços.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Avó que ganhou telas e tintas dos netos de braços cruzados posando para foto à frente do quadro que pintou na tela com gramado, rio e árvore
Dona Jacy ficou toda orgulhosa com as primeiras pinturas. Foto: Arquivo pessoal

Eu recebi o kit básico de pintura, levei, expliquei tudo como funcionava, liguei o computador para ela e foi aí que ela começou”, contou o neto.

Ela assistiu às aulas do curso online e acompanhou lives com um artista que ensina os primeiros traços para os iniciantes.

Avó que ganhou telas e tintas dos netos pintando quadro em tela no cavalete e acompanhando orientações de professor no notebook à sua frente
Dona Jacy é uma aluna aplicada e se adaptou rápido à vídeoaula. Foto: Arquivo pessoal

Eu sinto emoção porque eu gosto, sempre gostei de fazer paisagens. Desenhar sempre me dá emoção“, disse dona Jacy.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante a vida, ela trabalhou como vendedora ambulante, foi empregada doméstica e cuidadora de idosos. “De uns tempos pra cá eu comecei a sentir vontade, comecei a desenhar, ver aqueles quadros nas casas onde eu trabalhava e vi que gostava de desenhar”, disse.

“Ela sempre nos incentivou, não só na parte de pintar e desenhar… mas qualquer coisa que fosse mais pra esse lado artístico! atuar, cantar… porque acho que no fundo era o que ela sentia vontade de fazer”, disse Petterson.

Vaquinha para Saulo, que cuida sozinho da mãe acamada e foi demitido na pandemia, se manter durante a crise

As pinturas geralmente são de rios, paisagens, aqueles ranchinhos no meio da floresta, vários elementos da natureza. “Eu sempre gostei de trabalhar de vendedora, mas eu tinha vontade, via essas coisas e gostava, tinha vontade de ser artista“, disse.

Parabéns para esses neto que estão ajudando a colorir os dias de dona Jacy. 🎨🌈

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

‘Quero ajudar a universidade a quebrar paradigmas’, diz primeira professora trans da UFRJ

Dani Balbi foi admitida recentemente como professora na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), se tornando a primeira docente trans da instituição de...

Jovem paraplégico e morador de abrigo passa no vestibular da UFRGS

Estudante de 21 anos que foi atingido por bala perdida vai estudar Ciência da Computação.

Fotógrafa faz série de casais gays no cotidiano do lar na década de 80

A fotógrafa americana Sage Sohier fez uma comovente série de fotos de casais do mesmo sexo em casa. Intitulada “At Home With Themselves: Same-Sex...

Em vez de caixões, pessoas poderão ser enterradas em cápsulas orgânicas que se transformarão em árvores

Aquela frase de que todo mundo na vida tem que fazer um filho, escrever um livro e plantar uma árvore pode ganhar um novo...

Em vídeo emocionante, padrasto vai às lágrimas ao receber de filho papéis de adoção

Armando Garza escolheu ser pai de Ayden, no papel, mas nem ele mesmo imaginou que fosse se emocionar tanto com o fim do processo...

Instagram

Netos dão telas, tintas e curso para avó que ama pintar e ela realiza sonho 3