Bailarina vende brigadeiros no trem para custear viagem internacional

Perder a chance de realizar seu sonho por falta de dinheiro? Nunca!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Amanda Mattos, de Mesquita, no Rio de Janeiro, decidiu ir à luta para agarrar a oportunidade da vida dela. Amanda começou a dançar aos 6 anos de idade em um projeto social e sempre estudou em escola pública.

Hoje é aluna de dança e de circo da Secretaria de Cultura de Nilópolis – Escola Municipal de teatro Antônio José – e da GW Escola de Danças,  como professora estagiária.

A jovem passou em uma seleção para fazer balé no Central Florida Ballet, em Orlando, nos EUA.

Sabendo que não pode contar com a renda da família, que ganha pouco, há três meses ela está vendendo brigadeiros no trem, pra levantar o dinheiro para a viagem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com garra e otimismo Amanda leva os doces em um pote de plástico. Quando entra na composição, ela conta sua história aos passageiros em voz alta e pede que comprem seus brigadeiros.

A bailarina já conseguiu a metade do valor que precisa para viajar e agora lançou uma vaquinha eletrônica.

Moradora de Mesquita, a bailarina Amanda Mattos, de 20 anos, sonha desde criança em dançar fora do Brasil. Aprovada em uma seleção para um curso de férias de uma academia de dança em Orlando, nos USA, ela perfaz o trajeto do ramal Japeri diariamente vendendo brigadeiros. O objetivo é levantar fundos para a viagem, que acontecerá no mês que vem.Você pode colaborar doando pelo link: goo.gl/zhz2TS

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Publicado por Conecta Baixada em Terça-feira, 20 de junho de 2017

Vaquinha

Além dos brigadeiros, Amanda fez mais: abriu uma vaquinha eletrônica para levantar os R$ 6 mil que precisa para a viagem.

Até agora conseguiu pouco mais da metade e o curso será no mês que vem!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela ainda precisa dos custos de estadia e alimentação… algo em torno de 3 mil reais”, conta a mãe.

E Amanda se mantém firme no propósito!

“Sempre tive este sonho, diante de resultados positivos, mas sempre foi “adiado” por conta das dificuldades e da situação financeira”, diz a jovem na página, onde pede a ajuda.

Você pode colaborar doando pelo link: goo.gl/zhz2TS

Créditos: Amanda Mattos – Foto: reprodução / Conecta Baixada

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,268,037SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Alunas criam protótipo que trata esgoto doméstico antes de chegar ao Tietê

A poluição do Rio Tietê é um dos grandes problemas ambientais que temos no Brasil há muitos anos. E as estudantes Anally Nunes de Souza,...

Alemanha transforma avião em hospital móvel para buscar doentes na Itália

Ao longo das últimas semanas, temos visto empresas e instituições do mundo todo oferecendo serviços gratuitos e doações para as pessoas atingidas direta ou...

Marvel cria arte conceitual transformando trabalhadores essenciais em super-heróis

A Marvel Comics, editora que deu vida aos Vingadores, aos X-Men e centenas de outros personagens icônicos, publicou uma arte conceitual incrível transformando os trabalhadores...

Relato de jovem sobre o amor e a importância do companheirismo viraliza

A cena que presenciou foi como uma luz no fim do túnel para Nelson.

Em pleno Dia dos Pais, hospital autoriza visita de filha que não via seu pai internado há 2 meses

Desde o fim de maio, Ismael Eugenio da Rocha, 29 anos, não via a filha. Após uma série de exames na Unidade de Cuidados Especiais...

Instagram