Na contramão do Baleia Azul, projeto incentiva boas ações e cria corrente do bem

A página no Facebook “Baleia Rosa” é uma resposta ao jogo da Baleia Azul. E, apesar de ter sido dissipado a partir de uma notícia falsa, traduz um perigo real – veja aqui, foi então que surgiu a página incentiva boas ações.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para quem não está por dentro, a Baleia Azul, que no exterior leva o nome “Blue Whale”, consiste em uma série de 50 tarefas que desconhecidos dão para adolescentes em grupos fechados no Facebook e WhatsApp. As tarefas incluem cortar os braços com facas, assistir filmes de terror na madruga e, por último, cometer suicídio.

A Baleia Rosa vai na contramão de tudo isso. “Acreditamos que todos têm a capacidade de ajudar outras pessoas e construir o bem”, diz a página da iniciativa no Facebook. A página foi criada no dia 13 e já tem mais de 135 mil seguidores.

“Eu fiquei muito impressionada quando soube desse jogo. Eu e um amigo decidimos então criar essas atividades que fossem positivas, que ajudassem na autoestima das pessoas. A gente queria incentivar as pessoas a fazerem bem para outras“, disse uma das idealizadores da iniciativa ao Uol. A publicitária de 30 anos prefere não se identificar para não dar um rosto à baleia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No site, eles disseram:

“Estamos vivendo uma época de muita descrença, ódio, negatividade, impaciência, indiferença, incertezas. Parece que falta esperança nas pessoas! 🙁
Nadando contra esta maré, sabemos que a internet pode ser uma poderosa ferramenta para reverter este quadro. Acreditamos que todos têm a capacidade de ajudar outras pessoas e construir o bem. ❤

Espalhe a baleia rosa por onde você for! #baleiarosa”

A página propõe desafios como: “Converse com alguém que você não fala há muito tempo”, “Pense na situação que mais te deixou feliz na vida… Pensou? Agora aproveite essa lembrança?” e “Desenhe com canetinha o seu sonho, o que parece mais impossível. Agora faça de tudo para realiza-lo”. Para provar que a missão foi cumprida, a Baleia Rosa pede para os seguidores tirarem fotos e postarem nos comentários.

Desde então, a página tem recebido muitas mensagens de adolescentes em busca de ajuda. Por isso, os idealizadores convidaram uma psicóloga para responder às mensagens que exigem mais cuidado. “A gente quer que isso se espalhe, que vire algo bom para as pessoas, que possa ajudar essas crianças”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E aí, bora participar dessa corrente do bem?! Comece pelas tarefas sugeridas abaixo 😉

Leia também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Menina de 2 anos dá a melhor resposta para caixa que ‘questionou’ a escolha de boneca negra

Estas fotos de partos são de tirar o fôlego de tão sublimes

Papa abre lavanderia gratuita para pessoas em situação de rua

Foto: Baleia Rosa / Facebook

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,845,820SeguidoresSeguir
24,900SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cabeleireira baiana doa cabelo das clientes para Hospital do Câncer de Goiás

Uma ação solidária de uma cabeleireira baiana tem levado esperança e autoestima para dezenas de pacientes do Hospital do Câncer de Goiás. Meire Carinhanha é...

Programa loveUK lança e-book gratuito sobre 150 bolsas de estudo em universidades do Reino Unido

O programa loveUK, que promove a educação e cultura britânica no Brasil, lançou a terceira edição de um e-book gratuito para guiar o universitário...

[Vídeo] Golden retriever se oferece de apoio para garotinha subir na cama e cena viraliza

Uma garotinha chinesa e um cão da raça golden retriever viralizaram nesta quinta-feira, depois que um vídeo dos dois foi publicado na rede. A tutora...

“Quem aplaudiu meu fracasso, comece a aplaudir minhas vitórias”, Fábio Assunção

O ator Fábio Assunção, constantemente alvo de julgamentos e piadas na internet, acaba de dar mais uma lição de superação. Em um vídeo publicado...

Formandos escolhem atendente de lanchonete como homenageado da turma

A universidade não aceitou o nome do atendente como homenageado, por ser um funcionário terceirizado, mas isso não foi um problema para os estudantes!

Instagram

Na contramão do Baleia Azul, projeto incentiva boas ações e cria corrente do bem 3