Com ‘Banquinha do Emprego’, comerciante já recebeu 300 currículos e garantiu emprego a 70 pessoas no RJ

Já faz dois meses que o comerciante Leonardo Ferret montou a ‘Banquinha do Emprego’ em uma praça no centro de São João de Meriti (RJ), onde está ajudando moradores da região a retornarem ao mercado de trabalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Isso aqui é uma banca de empregos, onde a gente pega o currículo das pessoas e tenta ajudar elas a voltarem ao mercado de trabalho”, disse Leonardo.

A ação social começou mesmo em abril, por meio de divulgações gratuitas nas redes sociais. Na época, foram recebidos mais de 300 currículos, garantindo emprego para ao menos 70 pessoas.

Com o sucesso da iniciativa, Leo teve a ideia de montar uma banca.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando eu entreguei o currículo ao Léo, eu não tinha o dinheiro da passagem. O Léo foi na minha casa pegar o meu currículo pra levar ate a empresa e eu consegui esse serviço”, contou Alice Torres, que trabalha como ajudante de cozinha.

Graças ao comerciante, ela conseguiu se recolocar no mercado de trabalho com a ajuda da “banquinha do emprego”.

‘Estamos aqui para ajudar”

Leo mantém seu comércio funcionando sozinho, então não é todo dia que consegue montar a banca. Mas isso não é um problema: hoje, ele possui uma equipe de retaguarda pronta para ajudá-lo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu ajudo entregando os currículos. A maioria das pessoas que a gente ajuda estão desempregadas. Eu já vivi essa situação um dia e hoje eu procuro ajudar o máximo que posso”, disse o funcionário público Eduardo Rosa.

“Por ser comerciante e saber qual é a dificuldade hoje de uma entrevista, eu dou algumas dicas principais. Como se portar, como se sentar, como se vestir, como falar, quais são as perguntas principais que o entrevistador faz. É uma sensação que talvez eu não tenha como descrever. É por isso que eu carrego gratidão no meu peito”, contou a comerciante Ana Araújo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Questionado sobre a motivação que o faz ajudar tantas pessoas, Leo afirma que servir o próximo lhe faz bem.

“Me sinto realizado. Fazer o bem é algo que me trás uma alegria e uma satisfação que dinheiro nenhum compra, dinheiro nenhum compra”, concluiu.

Veja também:

Fonte: Notícias de São João de Meriti
Fotos: Reprodução / Bom Dia Rio (TV Globo)

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,833,017SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após ser flagrado chorando pela moto quebrada, motoboy recebe ajuda de internautas

Debaixo de chuva, domingo à noite (28/06), em João Pessoa (PB), o jovem motoboy Mikael, 19 anos, chorava ao lado de sua moto quebrada. Criamos...

Após falir, empreendedor se reinventa vendendo cogumelos faz ensaio divertido do seu “sapato” (RJ)

A era blogueira chegou para o Dr. Cogumelo! Como muitos empreendedores afetados pela pandemia, Fernando Alves, 58 anos, foi forçado a fechar as portas da...

Tailandeses usam baldes e até carrinhos de mão para abandonar sacolas plásticas

A Tailândia proibiu no dia 1º de janeiro a produção e distribuição de sacolas plásticas em supermercados e atacados do país. Antes mesmo da medida...

Estamos todos conectados com a natureza, saiba porquê.

A WWF, em comemoração aos seus 50 anos de existência, produziu um belíssimo vídeo mostrando o quanto somos conectados a natureza e o quanto...

Vó organiza protesto contra castigo desproporcional do filho para o neto

Todo pai deseja o melhor para os seus filhos, mas nem sempre há uma convergência sobre qual caminho é o melhor a se seguir. Quando...

Instagram