Barbearia dá desconto para crianças que leem livros e estimula outras 300 a iniciar movimento pró-educação

Clique e ouça:

A barbearia “The Fuller Cut” lançou um projeto que oferece espaço para leitura e dá desconto nos cortes de cabelo para as crianças que lerem em voz alta dentro do estabelecimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Localizada em Ypsilanti, no estado norte-americano de Michigan, a barbearia vem recebendo elogios dos internautas pela iniciativa, batizada de “Read to a Barber” (Leia para um Barbeiro).

O projeto visa trazer livros que contam histórias de pessoas negras que realizaram feitos importantes. De acordo com Alex Fuller, dono da barbearia, a ideia é promover a representatividade para as crianças negras. “Você precisa de um livro, você precisa de inspiração, você precisa dizer: eu vou fazer alguma coisa!”, afirmou.

Ajude a Liliane a realizar o sonho do intercâmbio na Califórnia

Após a leitura, antes de receberem o desconto no corte, as crianças também precisam explicar o que leram e responder a algumas perguntas do barbeiro, de modo a demonstrar que entenderam o que foi lido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Barbearia dá desconto para crianças que leem livros e viraliza nas redes sociais

Após a divulgação da iniciativa por parte da imprensa, milhares de internautas compartilharam o projeto nas redes sociais, tecendo elogios à barbearia.

Poder do exemplo

Fuller também usou as redes para contar um pouco do sucesso e de como isso incentivou ideias parecidas. “Queremos agradecer a todos que derramaram livros e doações e gentileza e inspiração em relação à iniciativa Read to A Barber. Nunca esperávamos ser um ‘rosto’ de um programa de leitura que foi iniciado. A ideia para incentivar as crianças a ler passou de barbeiro a barbeiro a barbeiro. Quando começamos [o projeto], havia algumas barbearias [que já fizeram antes um programa parecido].

O Razões e o Educa Mais Brasil te ajudam a conseguir bolsa de estudo para cursos técnicos e profissionalizantes, cursos de idiomas, entre outras, clique aqui

“Desde então, ouvimos que mais de 300 barbearias (até onde nos disseram) em todo o país iniciaram uma iniciativa de leitura ou educação de sua própria criação. Que emocionante! Pense no que todas essas crianças um dia realizarão para si e para o mundo! Isso tem sido e sempre será sobre ajudar as crianças na comunidade primeiro, então nosso trabalho e foco ainda são as crianças e seus futuros”, concluiu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Folha Vitória/Fotos: Reprodução/Facebook

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,051,597FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,385SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem com deficiência humilhado por atraso de salgados se surpreende com apoio: “o telefone não para”

Coisa mais linda essa corrente de solidariedade, o Rafael tá sem acreditar! Rafael foi humilhado por um cliente que não aceitou o atraso da sua...

Homem cria “restaurante” 24 horas para alimentar cachorros de rua

João Araújo mora em Palmas, no Tocantins e é gerente de uma loja de peças para motos. Ele sempre se preocupou com os cachorros de rua da...

“Eu quito!”, diz Tatá Werneck para seguidora que desabafou sobre dívidas na pandemia

A Tatá Weneck se ofereceu para pagar as dívidas de uma seguidora depois que ela postou um meme no seu Instagram. O meme é uma...

Jovem ‘zombada’ por vender sacos de lixo para ajudar a mãe não abaixa a cabeça

A estudante de enfermagem Clara Soares, 18 anos, vende sacos de lixo e panos de chão em Ceilândia (DF) para ajudar a mãe. Enquanto batia...

Adolescente recusa oferta de R$ 46 milhões por site sobre Covid-19

O que você faz quando tem 17 anos? Pensa em estudar, curtir a balada, se divertir. Mas, não o Avi Schiffmann. Ele construiu um...

Instagram

Barbearia dá desconto para crianças que leem livros e estimula outras 300 a iniciar movimento pró-educação 14