Bebê apressado nasce no estacionamento do hospital

O nascimento de uma criança geralmente é um momento particular na vida da família. Mas essa história acabou ficando famosa e rodando o mundo, pela emoção captada nas fotos. A fotógrafa especializada em captar nascimentos, Emily Robinson, foi contratada pelo casal de também fotógrafos/jornalistas Amy Beth Cavaretta e Joe Cavaretta, para documentar o nascimento da segunda filha deles. Acontece que o bebê estava apressado, e decidiu vir ao mundo antes da hora, pegando todo mundo de surpresa. Apenas deu tempo de chegar no estacionamento do hospital Boca Raton, quando Amy anunciou: “O bebê está saindo.” Foi questão de minutos para que o bebê Sienna Grace Cavaretta viesse ao mundo. A fotografa Emily fez o que pode: documentou tudo, ali mesmo, no estacionamento. A primeira impressão ao ver as fotos é de estranheza, talvez um sentimento de que essas imagens deveriam ter ficado entre a família. Mas, com um pouco de sensibilidade, é possível observar a emoção que tomou conta do momento, e a fotógrafa conseguiu captar todo o sentimento nessa sequência de imagens de arrepiar: baby1 baby2 baby3 baby4 baby5 baby6 baby7 baby8 baby9 babyfinal Fonte: Hypeness

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,258,127SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A reação desse bebê ao ouvir um violino pela primeira vez é a fofura do dia!

O vídeo de um bebê correndo até o som de um violino tocado pela mãe, totalmente hipnotizado pela melodia emanada pelo instrumento, viralizou nas...

Voluntários levam cestas básicas para moradores de favelas que passam fome: coronavírus

A falta de trabalho por conta do isolamento social pelo coronavírus já atinge em cheio moradores de favelas e áreas mais pobres. Saiba como ajudar.

Mês do Orgulho LGBT+: uma história sobre autoaceitação e reflexão sobre a homofobia

No dia 17 de maio de 1990, há exatos 30 anos, a homossexualidade deixou de ser considerada uma doença pela Organização Mundial da Saúde...

Escola comunitária do brejo paraibano que atende crianças e adultos se torna reconhecida internacionalmente

A educação é a chave para um futuro carregado de esperança e transformações. Uma escola de Bananeiras, no chamado "brejo paraibano", leva esse conceito a...

Em Araraquara, garoto de 12 anos leva pessoas em situação de rua ao cinema

Ahhh, nós temos tanto o que aprender com as crianças! Em Araraquara, interior de São Paulo, um garoto de 12 anos foi o responsável...

Instagram