Bebê que nasceu prematuro e nunca saiu do hospital ganha festa de 1 aninho

Uma equipe de médicos, enfermeiros e demais funcionários do Hospital da Criança e Maternidade (HCM), em São José do Rio Preto (SP), se juntou para organizar uma festa de aniversário para um paciente super especial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O pequeno Miguel nasceu prematuro e nunca saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal. Recentemente, o bebê comemorou um ano de vida como um verdadeiro herói, literalmente: em um ensaio fotográfico, ele aparece vestido de “Super-Bebê”!

Juliana Lopes, 27 anos, mãe de Miguel, conta que o parto do filho foi feito precocemente, com apenas 24 semanas de gestação. Ele nasceu com 480 gramas e desenvolveu diversas complicações médicas.

[Aos 23 anos, o Julio, que tem autismo severo, precisa ser amarrado em momentos de crise. Também por falta de tratamento ele parou de falar há muitos anos e precisa de um acompanhamento em clínicas e psicoterapeutas. Queremos custear um tratamento pra ele e comprar moveis para a família em Fortaleza (CE) viver um pouco melhor. Contribua aqui.]

Equipe de hospital faz festa de 1 ano para bebê prematura que nunca saiu do hospital

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ele teve que ser submetido a cinco cirurgias. Duas foram feitas no intestino, uma nos olhos, uma para fechar uma veia do coração e última foi a abertura de um orifício na traqueia, uma traqueostomia”, afirma a mãe.

Desde julho do ano passado, o bebê permanece internado: recebe acompanhamento diário e atenção constante dos enfermeiros, médicos e outros profissionais.

Leia também: Enfermeira adota bebê prematura que nunca foi visitada em hospital

Naturalmente, o convívio diário criou um forte vínculo entre Miguel e a equipe que cuida dele. Logo surgiu a ideia de fazer uma festinha que demonstrasse o sentimento deles pela criança e sua família.

Equipe de hospital faz festa de 1 ano para bebê prematura que nunca saiu do hospital

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O Miguel ganhou nosso coração pela incrível vontade de viver que tem. Ele passou por muitos momentos difíceis. Para nós, ele é uma lição de vida porque sempre deu a volta por cima e superou. Então nós resolvemos fazer a festa”, explica enfermeira Graziela Generato.

‘Passou um filme na cabeça’

Segundo a enfermeira, cada um ajudou de alguma maneira. A festa foi organizada nos detalhes, desde a decoração, a roupa, a sessão de fotos, a comida…

Leia também: Hospital realiza cerimônias de graduação para bebês prematuros

Aliás, as festas, no plural: a equipe fez quatro, cada uma com um tema diferente para que todos pudessem participar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Equipe de hospital faz festa de 1 ano para bebê prematura que nunca saiu do hospital

“A última festa foi realizada na noite de terça-feira (23). Eu fiquei extremamente feliz e emocionada. Passou um filme na cabeça. Eu lembrei de tudo que nós já superamos. Antes eu tinha pouca esperança. Agora mudou tudo”, afirma a mãe de Miguel.

Os funcionários acompanham desde o início, ao lado da família, a batalha que Juliana e o marido, Michael de Brito, travam para superar as dificuldades do nascimento prematuro do garoto. “Ficamos muito emocionados ao ver a alegria da família durante as festas e poder participar desse momento inesquecível. A Juliana nos agradeceu muito e não acreditou em toda dedicação que tivemos”, afirma Graziela.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: G1/Fotos: Arquivo Pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,635,437SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ela desenvolveu um jeito próprio de tocar violino por causa de doença rara e encanta com uma sonoridade única

As limitações de Gaelynn Lea não definem quem ela é nem a impedem de tocar violino.

Adolescente faz homenagem ao pai carroceiro e emociona internautas

É muito bacana vermos pequenas homenagens com grandes significados que as pessoas fazem uma pra outras. Uma foto publicada no Facebook pela jovem Jaqueline Alves, 19...

Jovem gay rejeitado pelos pais arrecada 50 mil dólares para entrar na universidade

Seth Owen, de 18 anos, mora na Flórida, nos Estados Unidos e sempre teve como objetivo de vida estudar em uma boa universidade. "Eu era...

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade...

Casal encontra foto tirada em Woodstock e recria momento 50 anos depois

O casal Judy e Jerry Griffin se conheceu no mítico dia 15 de agosto de 1969 - o primeiro dia do Festival de Woodstock,...

Instagram