Cego cria bengala inteligente que usa Google Maps e sensores para identificar obstáculos

0
4136
homem cego caminhando rua bengala

Uma bengala inteligente inventada por um engenheiro cego está revolucionando a maneira como as pessoas cegas podem se locomover pelas ruas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Visando proteger essas pessoas de objetos suspensos e obstáculos acima do nível do peito, a bengala WeWalk usa sensores ultrassônicos que alertam o usuário por meio de vibrações em sua alça.

Ajuda para universitária que ficou tetraplégica perto de se formar

A bengala pode ser emparelhada com o sistema Bluetooth de um smartphone para facilitar o controle. Como também é integrada ao software Voice Assistant e Google Mapas, ela pode utilizar os alto-falantes embutidos em sua estrutura para informar o usuário sobre lojas próximas e detalhes na infraestrutura das ruas e calçadas.

O CEO e co-fundador da WeWalk, Kursat Ceylan, que também é cego, disse à CNN que ajudou a desenvolver a bengala a partir do desejo de usar a tecnologia moderna como uma ferramenta para os deficientes visuais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

homem cego caminhando rua bengala

Bengala inteligente

“Atualmente, estamos falando de carros voadores, mas essas pessoas ainda estão usando apenas uma bengala simples”, disse ele à agência de notícias.

“Como pessoa cega, quando estou na estação de metrô, não sei qual é a minha saída… não sei qual ônibus está se aproximando… [ou] quais lojas estão ao meu redor. Esse tipo de informação pode ser fornecida com o WeWalk.”

Leia também:

Atualmente, o aparelho está sendo vendido por US$ 500 (R$ 2020). À medida que a startup turca ganha mais força e se expande, os desenvolvedores esperam associar a WeWalk a aplicativos de carona e serviços de transporte para melhorar ainda mais suas habilidades de navegação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: GNN/Fotos: Reprodução/WeWalk

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.