Bibliotecário lê livros por telefone a vovôs e vovós em casas de repouso na Espanha

Tem umas pessoas que a gente quer guardar em um potinho mesmo! O Juan Sobrino aqueceu meu coração hoje!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele é bibliotecário em Soto del Real, Madri, na Espanha. E durante essa pandemia, ele tem feito algo incrível! Juan liga, todos os dias, com um imenso sorriso no rosto, para idosos da cidade, somente para ter um momento de leitura com eles. Isso tem ajudado muito os vovôs e as vovós que se sentiam sozinhos, por causa do isolamento.

bibliotecario liga para idosos
Foto: Twitter

Vamos ajudar o Edu fazer um Natal especial para mais de 50 idosos abandonados em asilo. Contribua para essa vaquinha!

Ele costumava visitar casas de repouso para fazer rodas de leitura

O hábito de ler para idosos não é algo recente para Juan. Desde 2015 ele visita as casas de repouso da cidade, promovendo rodas de leitura com os idosos internados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com a pandemia, essas visitas precisaram parar. E foi quando Juan teve a ideia de começar as ligações.

Inicialmente ele fazia isso sozinho, mas hoje já conta com um time de outros bibliotecários.  O projeto até ganhou um nome: “Cuentos por teléfono” (Contos por telefone, em espanhol).

Pensei nos idosos, que são os mais vulneráveis ​​à Covid-19 e que não podem sair de casa com frequência, e também naqueles que estão em lares de cuidado especial e não podem receber visitas de familiares ou amigos”, contou Juan.

bibliotecario liga para idosos
Foto: Contioutra

Juan disse que o projeto também ajudou os idosos de abrigo. Antes, as visitas aconteciam apenas uma vez por mês. Agora ele pode ligar toda semana para promover a roda de leitura, só que individual.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eles ainda conseguiram montar um esquema onde cada voluntário fale sempre com a mesma pessoa, com o intuito de criar um vínculo afetivo. Desta forma, além da leitura, eles também ajudam os idosos com conversas.

Eu achei a ideia maravilhosa!

Fonte: Contioutra

[Nota da Redação]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essas mulheres pegam fiações, borrachas e fios de cobre de instalações elétricas que virariam lixo e transformam tudo em lindas biojoias personalizadas.

É uma coleção mais linda que a outra!

Essa iniciativa faz parte do projeto @giro.social do Enel Compartilha Empreendedorismo @enelbrasil, que chegou no interior do Ceará para estimular a geração de renda de uma maneira mais sustentável a essas mulheres.  

Veja:

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,838,442SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pais registram a amizade de filha e doberman para mostrar que a raça não é agressiva

Todos sabem que a combinação criança + cachorro encanta a todos. E com essa dupla, não poderia ser diferente. Siena, de três anos de...

Fotos muito boas tiradas em um túnel de vento

O fotografo Tadao Cern vem trabalhando em uma série, de mais de 100 fotos, intitulada de Blow Job na qual pessoas são retratadas dentro de um túnel de...

Com doença degenerativa, aluno cria teclado virtual e conclui mestrado

Superação é rotina na vida de Claudio Luciano Dusik, 36 anos. Nascido em Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegrex, foi diagnosticado ainda quando criança...

Instituto oferece atendimento médico gratuito para quem mais precisa

Atualmente são 14 ONGs atendidas pelo Programa Horas da Vida, que atua em São Paulo (SP) e Curitiba (PR).

Festival gratuito em SP promove integração entre pessoas e cidades

A primeira edição do Festival CULT.IVE discute mobilidade, bem-estar e alimentação.

Instagram