Bienal do Livro doa 15 mil exemplares aos complexos do Alemão e da Penha, no RJ

Para incentivar ainda mais a leitura em comunidades carentes, a Bienal do Livro Rio, fez uma doação de cerca de 15,5 mil livros para moradores dos complexos do Alemão e da Penha, ambos na Zona Norte da capital.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bienal do Livro doa livros para comunidades no RJ
Foto: divulgação

Após ir à Bienal do Livro, menina de 13 anos cria biblioteca comunitária no RJ e precisa de ajuda para reformar o espaço. Faça a sua contribuição!

Pedido de morador

A ideia da doação veio depois que um morador do Alemão, Rene Silva, fez um pedido para o projeto dele, “A Voz das Comunidades”.

Rene teve a ideia de realizar uma ”invasão literária” para marcar os 10 anos de ocupação da polícia e a falta de mudanças nas comunidades.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bienal doa livros para comunidade
Foto: Vozes das Comunidades

A iniciativa do morador acabou mobilizando a organização da Bienal e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), que envolveram 22 editoras e autores nesta causa.

Os livros foram entregues no último sábado ao próprio Rene, que vai distribuí-los entre bibliotecas comunitárias da região.

Meta alcançada

A ideia de Rene era conseguir arrecadar 10 mil livros para a comunidade. E foi preciso apenas 3 dias para que a meta fosse batida.

Tatiana Zaccaro, diretora da Bienal, acha que a adesão do SNEL e das editoras à atitude solidária foi entusiasta e imediata, inclusive com um cuidado na escolha do conteúdo direcionado a diferentes faixas etárias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bienal doa livros para comunidade

A Bienal do Livro Rio acredita no direito à leitura e literatura como um meio para a construção da cidadania e de um país melhor. Em tempos difíceis como estes de pandemia, esta ação chega em boa hora trazendo esperança de um futuro melhor para estas comunidades. Que estes livros contribuam para a construção de novas e belas histórias de aprendizagem”, afirma Tatiana.

Parabéns Rene e Tatiana, pelo movimento de levar leitura para as comunidades carentes!

Doações na pandemia

De acordo com relatório emitido agora em outubro, pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (Idis), o Brasil se tornou um país muito mais solidário nos últimos meses.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As principais conclusões do documento sobre doações individuais no Brasil apontaram que quase 80% das pessoas realizaram alguma atividade beneficente no último ano e a causa mais popular para doação foi o apoio às organizações religiosas (49%), seguida de apoio a crianças ou jovens (39%).

E é a partir dessa onda de solidariedade, que hoje promovemos o Razões Para Doar. Uma live de 12 horas que trará inúmeras histórias inspiradoras, sobre caridade. Clique no Facebook ou no YouTube para fazer parte desse movimento do bem!

Fonte: Diário do Rio

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,425,269SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher faz casacos e gorros para cães abandonados não passarem frio

Ela deixou seu emprego em 2012 e desde então ganha vida fazendo roupas de lãs para os bichos, já foram mais de 300.

Garoto de 9 anos e fã de Stephen Hawking fala sobre buracos negros no YouTube

Ele explica tudinho numa lousa branca com a tranquilidade de quem sabe o que está falando.

Menina de 8 anos dá cortes de cabelo gratuitos para crianças pobres

A menina corta o cabelo de crianças que não podem pagar.

Aos 86 anos, senhor tricota gorrinhos para bebês prematuros

Ele diz que gosta de usar seu tempo livre para ajudar os outros e que é uma forma de mantê-lo ocupado.

Bolsas brasileiras feitas por haitianas desfilam em Nova York

As bolsas da grife Volta Atelier desfilaram na Semana de Moda de Nova York.

Instagram