Biodigestor de penitenciária no Mato Grosso transforma lixo orgânico em gás de cozinha

O Centro de Ressocialização de Sorriso (MT) se tornou a primeira unidade prisional do Brasil a contar com um biodigestor que faz o tratamento de resíduos orgânicos, gerando energia útil no processo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Isso porque o equipamento literalmente transforma lixo orgânico em gás de cozinha.

Por meio da tecnologia “Home Biogas”, o digestor transforma restos de comida (como cascas de ovos e frutas) em biogás, além de um biofertilizante líquido perfeito para o cultivo de hortaliças.

De acordo com a juíza Emanuelle Chiaradia Navarro Mano, titular da 1ª Vara Criminal de Sorriso, a direção da cadeia “vem tendo uma atuação diferenciada no processo de ressocialização” dos 247 detentos em regime fechado.

Eles trabalham na horta mantida pela unidade, e a cada três dias trabalhados, um dia de suas respectivas penas são descontados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

biodigestor transforma lixo orgânico em gás de cozinha

O Centro de Ressocialização de Sorriso conta com uma enorme horta de 600m² que fornece os alimentos da própria unidade.

Semanalmente, cerca de 40 a 60 quilos de resíduos são produzidos na horta e na cozinha – detritos estes que são reaproveitados. “O que antes era lixo, hoje é sinônimo de economia e sustentabilidade para a penitenciária de Sorriso”, completou a Dra. Emanuelle.

Em parceria com a empresa Biomovement Ambiental, o Centro de Ressocialização agora conta com o biodigestor HomeBiogas.

biodigestor transforma lixo orgânico em gás de cozinha

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O equipamento é 100% autônomo e gera energia renovável, limpa e sustentável, sem o uso de eletricidade a partir do processamento dos resíduos orgânicos.

Cerca de 9 kg de lixo são ‘biodigeridos’ diariamente na unidade de Sorriso por meio das bactérias existentes no sistema – e desse processo, produzem-se 2,5 botijões de gás (de cozinha).

Por fim, esse biogás extraído mantêm a cozinha do presídio em funcionamento por até nove horas diárias, promovendo economia.

O biodigestor também gera outro subproduto interessante: um fertilizante líquido natural. Para manter a máquina funcionando, os próprios detentos o “alimentam” todos os dias, se encarregando também de aplicar o biofertilizante na horta, melhorando assim a qualidade do alimento produzido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Biodigestor de penitenciária no Mato Grosso transforma lixo orgânico em gás de cozinha 2

“Com a parceria, oferecemos para o presídio de Sorriso mais do que uma solução para o tratamento do que antes era considerado lixo orgânico, mas um ciclo completo de sustentabilidade, inédito no sistema prisional brasileiro, enfatizando assim, a missão da empresa de promover o desenvolvimento socioambiental”, explicou Leandro Toledano, CEO da Biomovement Ambiental.

Seguindo as orientações da ONU

Para a juíza Emanuelle, os benefícios desse tipo de parceria público-privada vão muito além da mera economia de gastos públicos dentro da unidade prisional.

“As práticas adotadas na penitenciária de Sorriso trazem benefícios estruturantes para a sociedade. Além da contribuição na ressocialização do detento, apresenta a eles uma nova visão da realidade, voltada à responsabilidade social e ambiental”, disse.

Desde o ano passado, a Vara de Execução Penal de Sorriso tem buscado estar de acordo com as “Metas Nacionais de 2020 para o Poder Judiciário”, determinadas durante o XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário, que visa se integrar à Agenda 2030 da ONU.

“Trabalhar pela reintegração do detendo à sociedade, promovendo perspectivas que envolvam saúde e bem estar, de trabalho e desenvolvimento econômico, de redução da desigualdade, a formação de comunidades sustentáveis, a promoção do consumo, produção e descarte responsáveis, além da promoção da justiça, coloca o presídio de Sorriso na vanguarda do sistema carcerário nacional”, completou a magistrada.

Junto à Stone, viajamos o Brasil para mostrar negócios que muita gente acha que não daria certo na nossa terrinha – e dão! Veja o 8º EP da websérie E se fosse no Brasil?

Fonte: Agitos Mutum
Fotos: Home Biogas

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Biodigestor de penitenciária no Mato Grosso transforma lixo orgânico em gás de cozinha 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,971,659SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Noiva traz casamento para instituição de Alzheimer para que sua mãe pudesse participar

Mas Julia, 30, queria sua mãe no seu grande dia, mesmo Linda não lembrando dela.

Jovem que descobriu câncer raro após nascimento da filha, ganha R$ 53 mil em doações para tratamento

Fernanda tem apenas 19 anos, mas é de uma garra e um sorriso imenso! Ela luta contra o câncer há 3 anos, descoberto logo...

Senado aprova projeto de lei que proíbe tratar animais juridicamente como “coisas”

Um projeto de lei foi surpreendentemente aprovado no Senado Federal na quarta-feira (7), pegando a todos de surpresa. Os senadores aprovaram um texto que...

Agricultor francês substitui pesticidas por galinhas em plantação e controle de pragas surpreende!

Não use pesticidas, as galinhas fazem um serviço tão bom quanto e a saúde das pessoas agradece. Esse conselho bem que poderia sair da...

Ex-gata de rua vira ‘enfermeira’ em casa de repouso para idosos

“Não tenho certeza se Oreo precisava de nós, ou nós precisávamos de Oreo”

Instagram

Biodigestor de penitenciária no Mato Grosso transforma lixo orgânico em gás de cozinha 4