Bióloga que salvou Arara Azul da extinção concorre a prêmio

Clique e ouça:

A bióloga Neiva Guedes dedicou 30 dos 58 anos de sua vida à causa animal, especialmente a das araras-azuis-grandes, um dos símbolos do Pantanal, que corriam o risco de serem extintas até pouco tempo atrás.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por meio do Instituto Arara Azul, ela foi uma das grandes responsáveis pela retirada da espécie Anodorhynchus hyacinthinus, a arara-azul-grande, da lista de espécies ameaçadas de extinção.

Graças aos seus esforços, Neiva irá concorrer ao prêmio Prêmio Faz Diferença, do Jornal O Globo, que reconhece o trabalho, a dedicação e o talento de brasileiros, que, nas mais diversas áreas de atuação, serviram de inspiração para o país – e para o mundo! – em 2019.

bióloga Neiva Guedes defensora das araras azuis
Foto: Reprodução/Instituto Arara Azul

Projeto de uma vida

“Fiz mestrado em Ciências Florestais e a Arara Azul foi objeto do meu mestrado. Acabou virando um projeto de vida, porque era tão envolvente o trabalho, que acabei dedicando quase 30 anos a ele”, afirmou a bióloga sul-mato-grossense ao jornal O Pantaneiro.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Boa parte do trabalho de Neiva está na integração e conscientização da comunidade sobre o valor da espécie, buscando incentivar a preservação por parte dos moradores.

Leia também: Bióloga brasileira ganha prêmio internacional por prevenção de atropelamento de animais em rodovias

“Se eu quisesse apenas concluir o meu mestrado era só coletar os dados e ir embora. Talvez a arara acabasse. Assim, fomos conversando e mostrando para as pessoas o que estávamos estudando, que elas eram privilegiadas de morar junto com as araras e de ter essa convivência harmoniosa com as aves todos os dias. É uma vida muito bacana a do pantaneiro tradicional junto com a natureza, muito harmoniosa”, contou a bióloga à National Geographic.

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção concorre a prêmio 1
Foto: Reprodução/Thiago Henrique

Para a pesquisadora, o trabalho de conscientização, que parte da arte de educar o próximo, é a chave para a continuidade e prosperidade das araras-azuis-grandes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“As pessoas convivem com a natureza, mas não estão atentas. Se não contarmos com as crianças que são o futuro, com o tema da natureza, muita coisa pode ser perdida”, afirmou ao Ciclo Vivo.

Leia também: Projeto Tamar celebra 40 anos de fundação com 40 milhões de tartarugas soltas

Outros indicados

O Prêmio Faz Diferença 2020 também indicou na mesma categoria outros dois pesos pesados: o físico Ricardo Galvão, ex-presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e o médico cardiologista William Dib, ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Você pode votar clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Hypeness

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,078,000FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,669SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Holanda bate recorde e é o primeiro país sem nenhum cão de rua abandonado

O governo holandês deu uma notícia inspiradora para todo o mundo. O país é o único a não ter cães de rua abandonados. Isso é...

Instagram

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção concorre a prêmio 15