Biólogo da Indonésia cria sacola de amido de mandioca que se dissolve na água

Se um dia você for a algum supermercado de Bali, na Indonésia, e lhe derem esta sacolinha, provavelmente você vai achar que é uma sacola de plástico como a que usamos no Brasil. Até descobrir que é uma sacola biodegradável, feita de amido de mandioca e que se dissolve na água.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A sacola não é tóxica e pode ser reciclada como papel, de acordo com uma matéria do Catraca Livre. Para provar que a sacola é especial, seu inventor, o biólogo Kevin Kumala, vire e mexe aparece em vídeos dissolvendo um pedaço da sacola em um copo de água morna – PRONTO PARA BEBÊ-LA EM SEGUIDA.

É isso aí: as sacolas dissolvem-se apenas em água morna. Você pode carregar suas compras debaixo da chuva tranquilamente. Elas não vão te deixar na mão no meio da rua. Cada sacolinha suporta até 3 kg e custa 1 real (ou 450 rupias indonésias).

sacola amido mandioca

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Já na natureza, o produto, que é customizável, dissolve-se em questão de meses, ao contrário das sacolinhas tradicionais, feitas de produtos derivados do petróleo e que demoram centenas de anos para se decompor – tempo suficiente para poluir o meio ambiente com suas substâncias tóxicas. E a gente nem falou dos riscos que ela representa para os animais, como os peixes que ‘comem’ as sacolas nos oceanos e morrem sufocados.

sacola amido mandioca
As sacolinhas de amido de mandioca são customizáveis

Além das sacolinhas, a empresa Avani produz outros itens de primeira utilidade ecofriendly: talheres, copos e embalagens para comida, feitos com fibra de cana-de-açúcar ou madeira certificada, e que são vendidos para hotéis e restaurantes.

A novidade mais recente é uma tigela para salada, produzida com amido de milho, que é biodegradável e compostável.

sacola amido mandioca

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ilha mais procurada na Indonésia por turistas do mundo inteiro está mesmo disposta a combater o consumo de sacolas de plástico tóxicas e todos os problemas decorrentes dele. Duas jovens da ilha criaram o projeto Bye Bye Plastic Bags.

sacola plástico
Tchau sacolas de plástico!

Com iniciativas como a da Avani e das duas garotas, o governo local se prepara para acabar com as sacolinhas plásticas este ano.

crédito das fotos: divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Há 37 anos, mulher produz e doa livros em braille a crianças cegas do mundo todo

Debra Bonde é uma mulher tímida que só queria encontrar um trabalho voluntário. Embora não planejasse criar uma organização sem fins lucrativos, em 1984,...

Menino autista tem crise em parque e funcionária reage da melhor forma possível

Um garotinho autista de 9 anos sofreu uma crise súbita durante uma visita ao parque de diversões da Universal, em Orlando, nos EUA. Por...

Cada item ou serviço deste hotel foi pensado para ajudar a vida de alguém que precisa

A carreira do fotógrafo de celebridades Jeremy Cowart está cheia de trabalhos em busca de um propósito maior. Em sua busca por trabalhos que impactem...

Campanha com tatuagens interligadas mostra que temos mais coisas em comum do que diferenças

Um novo estudo global promovido pelo buscador de viagens momondo investigou a importância do hábito de viajar, e descobriu que, atualmente, vemos o mundo...

Mãe e filho se reencontram após 30 anos de separação forçada graças a uma carta

Tudo tem sem tempo, né não? Depois de trinta anos sem saber o paradeiro da sua mãe biológica, o jornalista Rodolpho Rafael investigou um...

Instagram

Biólogo da Indonésia cria sacola de amido de mandioca que se dissolve na água 2