Black Friday da desigualdade: Contrate um profissional negro com 47% de desconto

Contrate um profissional (negro) com 47% de desconto. Parece oferta de Black Friday, mas isso acontece todos os dias do ano, infelizmente. Dados do Ministério do Trabalho apontam que um profissional negro recebe em média 47% menos que um branco: na mesma função.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Diante dessa realidade, aproveitando que o Dia da Consciência Negra e da Black Friday caíram na mesma semana, o Instituto de Identidades do Brasil lançou uma ação que traz à tona uma “promoção fictícia” com descontos de 47% no salário de profissionais negros: a Black Salary Friday.

A campanha conta com a participação de celebridades como o rapper, compositor, produtor e apresentador Thaíde, a atriz Maria Gal e o cantor Jairzinho. Nas peças criadas para conscientizar as pessoas, um texto provocador: “Black Friday Salary Fryday. Contrate um profissional para sua empresa com 47% de desconto”.

black friday desigualdade

“Apesar do crescimento em qualificação, a população negra com mesmo nível de estudo ainda recebe bem menos. Nossa intenção é acabar com esse abismo e com as barreiras subjetivas como o racismo para alertar as pessoas, principalmente os empregadores, que é preciso continuar considerando a desigualdade racial um problema e buscando soluções para enfrentá-la”, explica Luana Génot, Diretora Executiva do ID_BR.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ao clicar nos banners, a pessoa é direcionada para o site da campanha, onde um vídeo explica que aquela é uma promoção fictícia baseada num fato real: a diferença salarial gritante entre negros e brancos. O conteúdo também direciona a pessoa para o site do ID_BR, onde é possível encontrar mais informações sobre o trabalho realizado pelo Instituto e uma área em que os empregadores podem entrar em contato para a realização de palestras e assessoria sobre igualdade racial no ambiente corporativo.

Assista:

Sobre o ID_BR

O Instituto Identidades do Brasil (ID_BR) é uma organização sem fins lucrativos, pioneira no Brasil e 100% comprometida com a aceleração da promoção da igualdade racial. A partir da Campanha Sim à Igualdade Racial são desenvolvidas ações em diferentes formatos para conscientizar e engajar organizações e a sociedade. Seu objetivo é reduzir a desigualdade racial no mercado de trabalho, como indica o objeto 10 da agenda 2030 da Organização das Nações Unidades (ONU).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

black friday desigualdade

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

crédito das imagens: Instituto de Identidades do Brasil

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,230,881SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem arrecada R$ 240 mil cortando seu cabelo afro – e doa tudo para ajudar crianças com câncer

Se você ama seu cabelo e acha que ele é seu 'maior charme', imaginamos que a ideia de cortá-lo pode ser um grande sacrifício....

Moradores levam motorista de empresa de entregas às lágrimas com festa surpresa de agradecimento (EUA)

Chad Turns trabalha como motorista da empresa de entregas UPS, na pequena cidade de Dauphin, Pensilvânia (EUA). Desde o início da pandemia, sua carga...

Mulher dirige 10 horas para resgatar gata grávida que vivia nas ruas. Filhotes são uma fofura!

Uma gata chamada Harmony morava nas ruas do centro de Haliburton, em Ontário, Canadá. Quando perceberam que ela estava grávida, os moradores iniciaram uma...

Pai realiza último desejo de filho ao reunir mais de 1.000 carros em encontro

Em um sábado do fim do ano passado, mais de 1.000 automóveis se reuniram na Inglaterra para atender o desejo de Connor, um garoto...

Menina que pediu comida em troca de máscara na rua recebe ajuda de corrente solidária

"Troco uma máscara por um alimento". Esse era o pedido da pequena Ana Júlia Costa Sabino, 9 anos, que aproveitava o sinal vermelho da...

Instagram