Bloco no Rio interrompe a folia para conseguir encontrar mãe de criança perdida

Clique e ouça:

Durante a folia acontecem diversas histórias que aos poucos vão nos mostrando a lindeza que é o Carnaval e todo seu significado diante de uma população que batalha para sobreviver no dia a dia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Artista transforma crianças da Cidade de Deus em super-heróis (que realmente são!)

O bloco Boi Tolo, que segundo os foliões é incansável e nunca para, parou! E por um motivo pra lá de nobre: achar a mãe de uma criança que havia se perdido no Centro do Rio.

Por 20 minutos os músicos cessaram o som e sentaram no chão para encontrar a vendedora ambulante Ágata Januário, mãe do Rafael. Os foliões seguiram os músicos e também se abaixaram em silêncio e depois começaram a gritar o nome de Ágata até que ela ouvisse o chamado e chegasse ao bloco. As informações são de O Globo.

folia carnaval

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Uma catarse coletiva atingiu o bloco quando a vendedora adentrou o cordão acompanhada pelo marido e encontrou o filho. O momento, provavelmente, foi mais um daqueles que entram para história do carnaval de rua do Rio”, ainda com palavras de Paula Ferreira, jornalista d’O Globo.

A mãe ficou muito aliviada ao encontrar o filho Rafael, ela ganha R$ 70 reais por dia trabalhando vendendo bebidas aos foliões, e disse que a criança estava com uma pulseira de identificação que acabou arrebentando.

“Em um segundo ele sumiu. Senti desespero e agora felicidade. Eu fiquei impressionada com a humildade e a simplicidade desse bloco. Eles pararam de tocar para me encontrar”, disse.

 

View this post on Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Boi Tolo viveu um momento mágico na manhã deste domingo de Carnaval. O ‘bloco que nunca para’ interrompeu a folia para ajudar uma criança perdida a encontrar sua mãe. Por cerca de 20 minutos, os músicos pararam a música, se sentaram no chão e gritaram o nome de Ágata até que a ambulante aparecesse. Quando aconteceu o encontro, uma catarse coletiva tomou conta do bloco. “Em um segundo ele sumiu. Senti desespero e agora felicidade. Eu fiquei impressionada com a humildade e a simplicidade desse bloco”, conta a trabalhadora, que ganha R$ 70 por um dia inteiro de trabalho vendendo bebidas. O momento, provavelmente, foi mais um daqueles que entram para história do carnaval de rua do Rio. (Foto: Márcia Folleto/Agência O Globo) #BoiTolo #Carnaval2019 #CarnavaldeRua #Carnario #Carnaval #Rio #rj #riodejaneiro #JornalOGlobo

A post shared by Jornal O Globo (@jornaloglobo) on

Acompanhem nossa cobertura do carnaval aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia a matéria completa em O Globo.

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,078,209FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,712SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Holanda bate recorde e é o primeiro país sem nenhum cão de rua abandonado

O governo holandês deu uma notícia inspiradora para todo o mundo. O país é o único a não ter cães de rua abandonados. Isso é...

Instagram

Bloco no Rio interrompe a folia para conseguir encontrar mãe de criança perdida 13