Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha

Para estudar enquanto trabalhava na sua borracharia, em Teresina (PI), Vladimir escrevia os resumos das aulas nas paredes do estabelecimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sua história acabou repercutindo internet afora, inspirando pessoas de todos o país a presenteá-lo com vários cursos.

Só que ele não tinha computador na época… Mas tudo mudou graças à sua ajuda!

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha

Com a vaquinha da VOAA, arrecadamos R$ 11.052,33 através das doações de 279 transformadores, valor suficiente para ele comprar um notebook, livros e equipamentos para estudar – e atuar – em sua área dos sonhos, a Educação Física.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha

“Queridos, é o Vlad aqui! Queria conversar com vocês sobre o direcionamento do dinheiro da vaquinha. A gente comprou esse notebook, uma conquista nossa. Sem vocês seria muito difícil. A gente comprou também um curso, que é um investimento, que vai me ajudar muito [a compreender melhor] sobre o conceito de Avaliação Física e Fisiologia, tenho um ótimo professor, com uma ótima temática. E é isso aí! Gratidão a todos vocês”, comemorou.

Vladimir, você tem um futuro brilhante pela frente! 🤩

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A post shared by VOAA- A Vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes)

Relembre a história

O borracheiro e estudante de Educação Física, Vladimir Brito, 34 anos, não viu outra alternativa para conciliar o trabalho e a faculdade: para estudar enquanto trabalha na sua borracharia, ele escrevia os resumos das aulas na parede da oficina.

O curso todo que é à distância, foi feito pelo celular velhinho que ele tem. Com uma bolsa de 70% na Aespi (Associação de Ensino Superior do Piauí), estágio não-remunerado, casa para sustentar e pai doente, a vaquinha veio para auxiliá-lo a se desafogar de tantas dívidas e responsabilidades.

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com os recursos doados, compramos seu notebook, livros (que totalizam mais de mil reais) e o pagamento das mensalidades restantes do curso (R$ 270 mensais).

Nesse meio-tempo, Vlad ganhou vários cursos: Fisiologia Vascular, Bioquímica, Hormônios e metabolismo, curso de extensão na área clínica. Mas, infelizmente, ainda não tinha começado a fazer nenhum, pela falta do computador. Providenciamos isso!

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha 2

Voltou a estudar e prestou Enem

Quando o pai ficou doente, Vladimir, que tinha 18 anos, teve que parar de estudar, pois de dia trabalhava muito e passava a noite cuidando do pai.

Mas com o incentivo dos amigos, em 2017 concluiu o ensino médio com o Enem.

Como passou muito tempo sem estudar, tudo na faculdade parecia muito difícil de acompanhar. Foi então que um professor o ensinou o método de mapa mental, onde usa-se palavras chaves do conteúdo que o ajudam a memorizar a matéria.

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha 3

“Eu percebi que usando o caderno assustava um pouco os clientes, que chegavam, me olhavam estudando e diziam que não queriam atrapalhar, voltariam depois. Por isso, comecei a usar as paredes, que além de não afugentar os clientes, consigo estar sempre olhando para elas e para a matéria”, disse.

“Quando me formar, pretendo manter as duas profissões. Quero honrar todos os meus clientes, sem eles não existiria faculdade e, quero ajudar as pessoas através da educação física”, afirmou.

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha 4

Esforço reconhecido por personal trainer da cidade

A história do Vladimir chegou até o empresário e personal trainer Marcelo Bezerra, que fez questão de ir pessoalmente conhecê-lo e se propôs a dar um estágio para ele.

“Vladimir é um exemplo […] não leva em consideração o meio em que está: ele faz de cada instante uma oportunidade. Tem como não admirar um cara desse?! 🤗”, disse Marcelo.

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha 5

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha 6

Fotos: VOAA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha 8

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,080,475SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Gato enfermeiro que não consegue caminhar ajuda a salvar vidas de animais feridos e doentes

O nome pode assustar, “Lúcifer”, mas quando conhecemos o trabalho que esse felino de pelos negros faz na clínica onde vive, nosso coração se...

Corajoso, menino de 11 anos aciona resgate sozinho e salva mãe que desmaiou em casa na Praia Grande

Na última segunda-feira (15), um menino de 11 anos acionou o resgate sozinho, na Praia Grande, cidade do litoral de São Paulo, para salvar...

Após repercussão, menino que vende tamboretes recebe ajuda de todo o Brasil

Quando olhamos as fotos do menino Lucas, 11 anos, antes e depois da repercussão da sua história, é nítida a mudança na sua fisionomia,...

Reação de um bebê de 8 meses, ao ouvir sua mãe pela primeira vez

Já mostramos aqui no RPA, a reação de criança de 2 anos ao ouvir a voz de sua mãe pela primeira vez, agora mostramos algo...

Dia de Doar 2020 celebra o poder da solidariedade e mostra como doar é importante

Esse foi um ano difícil para todos nós, mas se teve uma palavra de ordem para 2020 foi: doação. Nos transformamos e evoluímos a medida...

Instagram

Borracheiro do Piauí que usava parede de oficina para estudar ganha notebook graças a vaquinha 9