Brasileira ajuda bebês de pais refugiados com cangurus

A brasileira Anelise Amaral vive em Dublin, Irlanda, há oito anos. A imagem do menino sírio morto na praia de Bodrum, Turquia, despertou nela o desejo de ajudar os pais refugiados que tentam chegar à Europa com seus filhos em segurança.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Anelise produz cangurus de pano que envolvem o criança e a deixa atada ao corpo dos pais, oferecendo conforto e segurança para os dois.

Ela criou uma campanha no Facebook para doar 10% das vendas dos cangurus para uma instituição que estava cuidando das famílias de refugiados recém-chegados à ilha grega de Cós. Mais de 100 cangurus foram arrecadados!

No início do mês, Anelise e outros voluntários embaraçaram para a Grécia para ensinar os refugiados como se usa os cangurus e oferecer toda a ajuda necessária no local.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

via [PODIRLANDA]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,860,568SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Primeiro desenho animado em Libras chega ao YouTube

“Min e as mãozinhas” vai trazer diversão e ensinar Libras para crianças com surdez de 3 a 7 anos.

Rádio vai divulgar de graça pequenos negócios com delivery em Feira de Santana (BA)

Uma rádio baiana ajudará pequenos negócios que sofrem com a falta de clientela devido às medidas de isolamento social decretadas para conter o avanço...

Relato de jornalista que salvou senhora ferida no asfalto comove a web

O jornalista Rafael Caliari tomou todos os procedimentos adotados nesse tipo de situação.

Animais resgatados de fazendas pecuaristas correm de alegria

A Edgar’s Mission e seus voluntários tentam resgatar animais que vivem em condições ruins e inadequadas todos os dias. Depois de soltos, eles cuidam para que...

Quatro crianças se unem para encontrar idosa de 97 anos com demência desaparecida

À medida que a idade avança e uma pessoa adentra na terceira idade, as atividades do cotidiano se tornam mais difíceis e desafiadoras. É...

Instagram