Brasileira oferece educação e cultura para crianças do Quênia

O Hai África (Hai significa “Viva”, em Swahili) é um projeto da brasileira Mariana Fischer que começou com uma expedição voluntária por dois países da África, Uganda e Quênia, através de um financiamento coletivo aberto no Catarse. Objetivo era somar esforços com ONGs que atendiam crianças, no início deste ano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De volta ao Brasil, Mariana decidiu que poderia fazer algo a mais por essas crianças e fundou um centro cultural e educacional em Nairóbi, no Quênia, que atualmente atende 20 crianças, de 3 a 5 anos que ainda não frequentam a escola.

“Com uma pedagogia diferenciada, duas refeições diárias, amor e carinho o objetivo do projeto é educar as crianças para o mundo, que elas reconheçam seus valores e se autoconheçam para que assim possam viver em harmonia, com o coração alegre e que quem sabe um dia sejam transformadores”, explica Mariana.

Para saber mais sobre o projeto, clique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Reprodução/Mariana Fischer

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,838,442SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ação estimula a adoção de cães abandonados

É muito fácil adotar um cãozinho abandonado. Você nem precisa nem entrar na fila de adoção de algum abrigo. É isso o que uma...

Nova HQ da Marvel quer inspirar uma geração de mulheres cientistas e engenheiras

Pouco se sabe, na história que se ensina na escola, sobre personagens femininas que fizeram a diferença nos rumos do nosso mundo. Para incentivar...

Empresa de TI lança minimanual sobre diversidade no ambiente de trabalho

O que significa ter um ambiente de trabalho diverso? O que fazer para recrutar e manter pessoas de perfis diversos na empresa? Quais práticas...

Família de agricultores cria cinema que exibe filmes protagonizados pelos moradores locais

Todos os domingos, a família Steidle abre as portas de um antigo armazém de milho, na zona rural de Rolândia, município que fica no norte do Paraná, para mais uma sessão do “Cine Paiolzão”.

Vaquinha para neto que largou dois empregos para cuidar da avó bate meta e empresário doa casa para eles

A vida vai melhorar, dona Francisca!! Gente, batemos a meta da vaquinha para ajudar o neto de Francisca a cuidar melhor dela, mas essa...

Instagram