Aluno brasileiro de escola pública é aprovado nas 4 melhores universidades do mundo aos 17 anos

Conseguir ser aprovado em uma boa universidade é sonho entre a maioria dos jovens do mundo. Leonardo da Silva tem apenas 17 anos e foi aprovado em 4 das melhores universidades do mundo: Harvard, Stanford, Columbia e Tufts. O jovem é de Presidente Médici, pequena cidade no interior de Rondônia, sempre estudou em escola pública e acabou optando por Harvard, já que conseguiu uma bolsa de estudo integral.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A renomada universidade foi fundada em 1636, é histórica e permeia o sonho de jovens do mundo inteiro. Foi lá que se formaram Barack Obama, Al Gore, Bill Gates, John Kennedy e Mark Zuckerberg, mas Leonardo disse que para conseguir ser aprovado não precisou se isolar do mundo e não estudou mais do que estava acostumado.

“Eu sou uma pessoa comum. Eu gosto muito de ler e de estudar, mas eu também curto sair com meus amigos, jogar futebol e videogame, passar tempo com o meu irmão e com a minha família. O processo realmente é muito complicado, mas é muito mais relacionado à resiliência do que com genialidade. Muitas pessoas não conseguem mesmo sendo muito boas pois não persistem no processo. Outras não conseguem simplesmente por falta de sorte, explica o garoto”.

Se o processo é longo e difícil, o jovem afirma que ter humildade é fundamental: “Quando você participa desses programas, dessas olimpíadas, é uma experiência que te torna muito mais humilde. Eu sei que eu vou sempre ter muita coisa a aprender e sempre terá alguém melhor que eu para ensinar alguma coisa diferente”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Seu bom aproveitamento nos estudos vem desde a infância. Aos 15 anos fez um curso de Relações Internacionais na conceituada Universidade de Oxford, na Inglaterra e conquistou o primeiro lugar no 44º Concurso Internacional de Redação de Cartas da União Postal Universal (UPU), na Suécia, onde representou muito bem o Brasil, adquiriu experiência e enriqueceu seu currículo.

Andreia da Silva Brito, sua mãe, disse que o filho sempre participou de concursos, pois também era uma maneira de treinar sua concentração e resiliência, mas sempre o considerou um “aluno normal”: “Ele tinha dúvidas, dificuldades, como qualquer outro aluno. Mas, o que eu percebi desde o início de diferente nele, é que sempre que ele sentava para fazer uma tarefa, ele não sentava para se livrar daquela obrigação, mas sim para realmente aprender”.

Orgulho nacional, a vida profissional de Leonardo está apenas começando e, desde cedo ele nos ensina os maiores componentes do sucesso: resiliência, força de vontade e humildade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações de Awebic

Fotos: Leonardo da Silva / arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Delegada de polícia transexual dá depoimento inspirador sobre respeito e aceitação

Através de um vídeo feito pelo Ministério dos Direitos Humanos, Laura, uma delegada de polícia transexual conta sua história e afirma que merece estar...

Programa social de empresa ajuda milhares de crianças a combater a obesidade e desnutrição no Brasil

Estudos apontam que um terço das crianças brasileiras estão acima do peso ou obesas, podendo ser este problema considerado como uma epidemia. Foi pensando neste...

Padre surpreende noivos surdos e celebra casamento em Libras

O amor, o afeto e o acolhimento "falam" e conseguem ser compreendidos em todas as línguas. O gesto de um padre ao celebrar um...

Fundo de investimento para ser feliz

O tema felicidade já se tornou um caso de saúde pública. A Organização Mundial de Saúde em seu relatório semestral de 2011/1 publicou o...

Mulher de 45 anos está grávida dos netos – filho gay será pai de gêmeos

Por meio da chamada "barriga solidária", a professora Valdira das Neves, 45 anos, e o filho Marcelo das Neves estão prestes a unir dois...

Instagram