Engenheiro brasileiro lidera projeto que possibilitará diagnóstico precoce de autismo em crianças

O engenheiro brasileiro Anselmo Frizera Neto avança em um dispositivo que visa oferecer inclusão a pessoas com déficit cognitivo, que possui aplicação de robótica e Inteligência Artificial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Usando o método de ‘aprendizagem de máquina’ (onde o sistema é alimentado com dados dos exames de pacientes), o dispositivo é capaz de detectar o autismo em crianças.

“Em um ambiente monitorado por câmeras e sensores, um robô interage com a criança. Cada reação é avaliada pelo sistema, que indica potenciais sintomas, possibilitando o diagnóstico precoce e o tratamento adequado”, finaliza Frizera, professor associado de Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Espírito Santo e membro do IEEE – maior organização técnica-profissional do mundo dedicada ao avanço tecnológico para a humanidade.

pesquisador brasileiro mobilidade reduzida e autismo

Anselmo e sua equipe desenvolveram sensores acionados por fibra ótica e sistemas eletrônicos para aperfeiçoar a integração dessas peças com os dispositivos wereable (“vestíveis”).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também:

Ele defende que uma das oportunidades de uso dos dispositivos wereable é o monitoramento da evolução clínica de pacientes, em especial idosos, fora do ambiente hospitalar ou ambulatorial. São pessoas que vivem isoladas, na sua visão, demandando um cuidado especial com a sua saúde bem-estar no dia-a-dia.

Engenheiro brasileiro lidera projeto que possibilitará diagnóstico precoce de autismo em crianças 1

Andador robótico para pessoas com mobilidade reduzida

O pesquisador também desenvolve um andador robótico com rodas movidas a motor e sensores que detectam a intenção do movimento. A ideia é melhorar a vida de pessoas com mobilidade reduzida por fatores motores (lesão na coluna ou Acidente Vascular Cerebral) ou cognitivos, com aplicação de Inteligência Artificial.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Diário do Nordeste/Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,067,715SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Empresa em NY cria plástico feito a partir de cogumelos

Isso mesmo que você leu: cogumelos. A empresa Ecovative Design é a pioneira no processo de fabricação de um material plástico que usa como base...

Pesquisadores criam purificador portátil de água para atender comunidades remotas

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, 3 em cada 10 pessoas sofrem com a falta de acesso à água potável, um direito humano...

Idosa de 80 anos realiza o sonho de ler e escrever em Goiás

"Meu pai falava que filha mulher não precisava estudar."

Conheça a ONG Aldeias Infantis, que promove os direitos de crianças, adolescentes e jovens

Uma Organização sem fins lucrativos, de promoção ao desenvolvimento social que trabalha desde 1949, na defesa, garantia e promoção dos direitos de crianças, adolescentes...

A cada hambúrguer vendido, essa hamburgueria complementa uma refeição para quem precisa

A hamburgueria Doug’s fechou uma parceria bem legal com a ONG Banco de Alimentos. A cada hambúrguer vendido, a hamburgueria complementa uma refeição para pessoas...

Instagram

Engenheiro brasileiro lidera projeto que possibilitará diagnóstico precoce de autismo em crianças 3