Brasiliense representa o Brasil em evento global de liderança feminina

Moradora de Águas Claras, Fernanda Pereira, 19 anos, é estudante de Direito da Universidade de Brasília e foi escolhida como a representante brasileira para participar do G(irls)20, evento global de liderança feminina, realizado em Buenos Aires, Argentina.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Filha de uma cabeleireira e de um administrador de empresas, sempre estudou em escolas públicas. Uma parte do ensino fundamental foi no Centro Educacional Incra 08, em Brazilândia, e a outra, no Centro de Ensino Fundamental, em Ceilândia. Ela cursou o ensino médio no Centro de Ensino Médio Setor Leste, na Asa Sul e ingressou na faculdade pública graças a sua dedicação aos estudos e à utilização de cotas para estudantes da rede pública de ensino.

O G(irls)20 Summit é um evento que dura uma semana inteira e nele jovens mulheres do mundo todo recebem treinamento em liderança, empreendedorismo social e mentoria de outras líderes mulheres do setor público e de negócios. O programa é um modelo como o G20, no qual representantes de países debatem temas e políticas necessárias para o aprimoramento do mundo, só que somente com jovens meninas.

As selecionadas para o evento de liderança para mulheres participam como delegadas e contribuem debatendo e pensando políticas econômicas, sociais relacionadas a questões que meninas e mulheres enfrentam nos seus países de origem. Lançado em 2009, na Clinton Global Initiative, o G(irls)20 coloca mulheres jovens no centro da processos de tomada de decisão.

A 9ª Cúpula Global G(irls)20 iniciou no dia 13 de outubro, com mais de 20 jovens de todo o mundo chegando a Buenos Aires para uma semana de treinamento de liderança, desenvolvimento de empreendimentos sociais e orientação de líderes os setores empresarial e público. Os delegados contribuíram com as questões econômicas e sociais que meninas e mulheres em seus países para um comunicado entregue aos líderes mundiais antes da Cimeira do G20.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A brasileira participa do projeto de extensão “Maria da Penha: atenção e proteção”, que promove assistência jurídica e psicológica para mulheres em situação de violência doméstica em Ceilândia-DF. Além disso, é voluntária no projeto “Escola de App: enfrentando a violência online contra meninas”, que promove discussões entre alunas de ensino médio da rede pública sobre violência contra meninas na internet, como preveni-la e o que fazer caso se torne vítima, além da realização de oficinas para o desenvolvimento de aplicativos para telefone, para que essas garotas sejam empoderadas digitalmente.

[Nota da Redação]

Agora temos um canal no YouTube! Assista ao primeiro vídeo falando sobre uma inciativa que une Brechó com adoção de animais, e se inscreva no canal aqui.

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

crédito da foto: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,274,824SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confira 8 casos em que estradas se transformaram em parques urbanos incríveis

Nos últimos anos, estratégias inovadoras e ecossistêmicas dentro de ambientes urbanos têm sido elaboradas para aumentar a qualidade de vida da população. Entre as...

Mãe vende brigadeiros para pagar o tratamento do filho com Síndrome de Down

O dinheiro das vendas é revertido 100% para o tratamento do filho.

Estudantes promovem leitura entre presos e ajudam na diminuição da pena

Um livro na mão e sua vida já não é como era antes.

Príncipe Harry quebra protocolo para confortar garotinho que perdeu a mãe

Durante o penúltimo dia de viagem às nações da Commonwealth no Pacífico Sul com sua esposa, Meghan Markle, o Príncipe Harry protagonizou uma cena...

Homem que andava até 25 km por dia a pé distribuindo currículos consegue emprego: “Tô muito feliz”

A longa caminhada de seu Wladimir Rodrigues, de 57 anos, parece ter encontrado seu destino. O homem, que estava desempregado e caminhava até 25...

Instagram

Brasiliense representa o Brasil em evento global de liderança feminina 1