Um ano após briga viralizar, jovens continuam aprendendo com homem que apartou a luta

Vocês lembram quando a gente publicou uma matéria no ano passado, contando a história de dois jovens que estavam brigando no meio da rua, em New Jersey -EUA, quando Ibn Ali Miller, um jovem muçulmano de 26 anos, se aproxima e os convence a parar de brigar?. Aqui no Brasil, a história viralizou muito por conta da página do Quebrando o Tabu, onde o vídeo tem a incrível marca de 75 milhões de visualizações.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um ano depois, os dois jovens continuam encontrando Ibn uma vez por semana para ouvirem seus conselhos e ensinamentos.

No ano passado, quando Ibn apareceu no lugar certo e na hora certa, ele disse: “Vocês são quase homens. Vocês não são mais crianças. Parem de agir assim. Vocês não vão chegar a lugar nenhum desse jeito”.

E ele insistiu e disse que não sairia de lá enquanto os dois adolescentes não parassem de brigar e apertassem as mãos como sinal de paz. E foi exatamente isso o que aconteceu. Alguns dias depois, os jovens que estavam brigando, Sheldon e Jamar, foram entrevistados e quando perguntaram por que eles ouviram Miller e pararam de brigar, eles responderam: “Porque a gente nunca teve nossos pais para nos dizer que não era para brigarmos”.

A atitude de Miller fez com que uma porta se abrisse na vida destes jovens, que tinham seus traumas e a falta da figura paterna. Mas Ali Miller não ajuda somente os jovens que ele “salvou”, mas vários jovens da comunidade, que viviam situações parecidas com as deles. Ele se tornou um modelo a ser seguido, uma inspiração e através de sua atitude pacífica, tem transformado a vida destes jovens.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em entrevista à rede de televisão norte-americana CBS News, ele disse:Uma vez que eles sabem que alguém está prestando atenção, uma vez que eles sabem que alguém os ama, uma vez que eles sabem que as pessoas vão estar lá para eles, com certeza mostrarão a que vieram”

O melhor de tudo é que agora, os jovens que há um ano estavam brigando e se odiando, são melhores amigos. Jamar disse: “Eu apenas odiava essa pessoa, eu só queria lutar contra essa pessoa, e agora estamos nos chamando de irmãos”.

Mais uma prova de que violência não leva à nada e que amor só gera amor! Quer assistir à reportagem feita pela CBS? Só dar um play aqui embaixo:

jovens brigando

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações de Good News Network

Fotos: reprodução Youtube / CBSNews / Facebook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,839,934SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Generosidade: homem em situação de rua ganha marmita e a divide com cachorro

Um homem em situação de rua dividiu a marmita que ele ganhou com um cachorro exposto à mesma dureza da vida nas ruas. Um internauta...

Professora transforma carteiras em caminhões para amenizar o impacto do distanciamento na volta às aulas presenciais

As aulas presenciais estão retornando em muitos países. Com isso, professores estão buscando diversas alternativas para driblar o medo e outros impactos negativos causados...

Primeiro supermercado totalmente vegano do mundo chega às Américas

Já imaginou ir ao mercado e não precisar se preocupar com a procedência do produto porque o comerciante já fez este trabalho para você?...

Mãe faz apelo na internet e menina doa Pato Donald para filho autista

A pequena Beatriz, 5 anos, abriu mão de um dos seus bichinhos de pelúcia favoritos, o Pato Donald, para encerrar a tristeza de um...

Instagram