ButanVac: Instituto Butantan anuncia vacina brasileira contra Covid-19

O Instituto Butantan entrará nesta sexta-feira (26) com um pedido na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para o início da fase de testes da ButanVac – a vacina brasileira contra o novo coronavírus. A fórmula nacional já passou da parte dos testes pré-clínicos, executados em animais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A expectativa do órgão é realizar estes testes no Brasil em 3.900 cidadãos de São Paulo nas próximas semanas. As fases 1 e 2 deste processo monitoram a resposta autoimune da vacina, além de sua segurança em seres humanos.

Após estas duas etapas, caso os resultados sejam positivos, o passo seguinte seria o pedido de uso emergencial do imunizante contra o novo coronavírus.

Vacina Coronavac sendo colocada em caminhão
Vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech tem sido replicada no Brasil. Foto: reprodução/Instituto Butantan

Caso a ButanVac tenha sucesso em seus testes, o Brasil ganharia em tempo de produção, já que atualmente precisa esperar a importação de insumos da CoronaVac e da Oxford/AstraZeneca para fabricação dos imunizantes. O Instituto Butatan espera produzir, pelo menos, 40 milhões de doses próprias até o final deste ano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Produção a partir de maio

De acordo com o Portal R7, o Instituto Butantan tem como objetivo iniciar a produção dos imunizantes até maio. O processo é conhecido como “produção de risco”, já que as vacinas ainda não teriam o aval da Anvisa para uso em humanos em larga escala.

Atualmente, o Instituto Butantan já tem parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech na replicação da vacina CoronaVac. O imunizante oriental foi desenvolvido e testado com apoio brasileiro durante o ano de 2020.

Primeiras doses em julho

Durante entrevista coletiva na manhã desta sexta (26), representantes do governo de São Paulo e do Instituto Butantan destacaram que a expectativa é de que a ButanVac seja aplicada a partir de julho.

Enquanto a Anvisa não libera a testagem no país, o imunizante já está em sua primeira fase de avaliação na Tailândia. O Vietnã também deve ser um dos destinos da fase de estudo de eficácia da ButanVac.

A vacina, que está sendo desenvolvida há cerca de um ano, teria como principais alvos os países emergentes que, assim como o Brasil, têm encontrado dificuldade de comprar imunizantes. Entretanto, o principal objetivo com esta vacina seria suprir as necessidades brasileiras.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, ainda revelou que existe a possibilidade da ButanVac ser um imunizante de dose única. Porém, esta probabilidade só poderá ser confirmada após o fim dos testes clínicos.


Quer mais uma notícia boa? Dá o play!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,843,411SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pesquisadores investigam proteína promissora contra câncer, diabetes e fígado gorduroso

Uma proteína promissora tem sido alvo da pesquisa de cientistas do Instituto Biomolecular de Ciências (FIU). Segundo os profissionais, ela é aparentemente eficaz no...

Mais de 200 cães são salvos de eutanásia no maior transporte aéreo já registrado

O maior transporte aéreo de animais em uma mesma viagem.

Com vaquinha, ex-sem teto que alimenta moradores em situação de rua evitará falência do seu restaurante

Gabriel tem 33 anos e tudo o que ele viveu, o fez querer alimentar moradores de rua em São Paulo. O chef é do Rio...

Marca de roupa incentiva clientes a doarem uma peça velha a cada nova comprada

Pedir que as pessoas parem de consumir desenfreadamente soa um tanto utópico, certo? Mas e se parássemos de tentar impedir as pessoas de comprar e,...

Cachorro carrega balões de oxigênio para ajudar menina que precisa de ajuda para respirar

Quase diariamente postamos histórias fantásticas de animais que fazem ações incríveis para nós, os humanos. A pequena Alida Knoblock, de 4 anos, é mantida viva graças...

Instagram