Cabeleireira de 94 anos é contratada e faz sucesso com a clientela

Imagine perder o emprego no lugar onde você trabalhou durante 40 anos. Muitos provavelmente não saberiam mais o que fazer, não teriam aquele gás necessário para voltar à ativa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por isso gera espanto – mais admiração do que espanto, é verdade – o fato da cabeleireira Marion Stout, 94 anos, ter se reerguido na carreira após ficar desempregada por causa do fechamento do salão onde ela trabalhou por quatro décadas.

Marion voltou a trabalhar em um salão onde ela já tinha trabalhado antes, o Animations, em Nova Jersey (EUA). Carol Speirs, a nova chefe, não escondeu sua preocupação, mas só até ver Marion em atividade e a fila de clientes querendo ser atendida por ela.

Boa parte da clientela do antigo salão acompanhou a cabeleireira. Marion atende algumas delas há mais de 40 anos. E as mais novas também fazem questão de serem atendidas por Marion, que se mantém atualizada sobre as novas tendências de corte e maquiagem.

Ela trabalha três vezes por semana no salão. Marion ocupa os outros dias com aulas de canto, o coral e trabalhos voluntários.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

via [QIQUEMINOVA]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,434,652SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Faxineira do STF rotulada de analfabeta passa em 4 concursos públicos de nível federal

“Pensaram que eu era analfabeta”, diz a ex-faxineira do STF, Marinalva Luiz.

Venezuelanos poderão estudar na Universidade Federal de Roraima

A Universidade Federal de Roraima (UFRR) criou um programa de vagas remanescentes para os venezuelanos que chegam à Boa Vista.

Ela deu um chocolate para uma grávida num campo de concentração. O que aconteceu depois parece coisa de filme

Uma mulher de 83 anos de idade, sentou-se na frente de uma câmera para contar uma história que traria milhões de lágrimas, que faz...

Agora é crime: homofobia e transfobia podem dar até 5 anos de prisão

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) enquadra declarações homofóbicas e transfóbicas no crime de racismo.

Irmãos homenageiam pais surdos com tatuagem em Libras

Para homenagear os pais, que são deficientes auditivos, eles tatuaram "Eu Te Amo" e "Família" em Libras.

Instagram