Mulher sem um braço enfrenta preconceito, se torna cabeleireira e sonha ter seu próprio salão

A Roberta dos Santos, de 41 anos, é daquelas mulheres que não desistem tão fácil dos obstáculos que a gente tem na vida. Ela é do Rio de Janeiro (RJ), nasceu sem o braço direito e é cega do olho direito. Só que a sua deficiência nunca a limitou de seguir o sonho de ser cabeleireira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela enfrenta muito preconceito devido sua condição física, mas garante que isso não a fará desistir do sonho de ter o próprio salão.

Por isso, lançamos uma vaquinha na VOAA para ajudá-la a montar seu pequeno salão. Contribua com o sonho dela clicando aqui!

Ela começou escovando o cabelo sozinha e das amigas

A história da Roberta com a profissão começou há 3 anos, quando ela queria alguém para escovar seu cabelo e não encontrou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Queria escovar para sair com as minhas amigas, mas elas não queriam fazer a escova em mim, então comecei sozinha e quando viram que eu fazia bem, começaram a me pedir”, contou.

Depois disso, Roberta foi comprando aos poucos as suas ferramentas e improvisou um salão na garagem de casa, no bairro Olaria, no Rio.

roberta-salao

Muito amada pelas clientes

A história da Roberta chegou até nós pela sua cliente e amiga, Bruna Galante.

Bruna frequenta o salão da Roberta desde o começo e sempre teve vontade de fazer algo para ajudá-la.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sempre quis fazer algo por ela, pois o seu grande referencial, além da força de vontade, é a superação de ser cabeleireira de ótima qualidade, tendo apenas um braço”, conta Bruna.

Bruna ainda nos falou que a condição física da Roberta nunca a limitou. O fato de não ter um braço não foi obstáculo para ela perder a força de vontade para realizar seus sonhos.

Roberta e bruna

O sonho da Roberta é construir seu salão e fazer novos cursos para provar a si mesma e as pessoas de que é uma grande profissional.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A vaquinha é para ela construir o salão e investir no negócio que é uma das fontes de renda da família.

Vamos ajudar Roberta nesse sonho? Clique aqui e faça a sua contribuição para a vaquinha!

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Mulher sem um braço enfrenta preconceito, se torna cabeleireira e sonha ter seu próprio salão 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,146,563SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idoso se reinventa e faz sucesso na internet dando dicas de como plantar e cultivar diversas espécies

Quem planta sempre colhe! É com essa filosofia de vida que seu Ademir está colhendo bons frutos da iniciativa que começou há um ano....

Viúvo de 85 anos encontra o amor novamente após cinco anos de luto: ‘Muita alegria’, diz bisneta

A curadora Breya M. Johnson, do Brooklyn, em Nova York (EUA), não poderia estar mais feliz pelo seu bisavô: aos 85 anos, duas vezes viúvo,...

Ação visa arrecadar fundos para familiares envolvidos na tragédia aérea do Chapecoense

"A classificação para a semi-final parecia o limite. Mas que nada. Eles chegaram muito mais longe. Longe demais - a viagem mais importante da Chapecoense não chegou ao fim".

13 conselhos para superar momentos difíceis!

Existe, segundo Buda, uma forma de viver esses momentos de uma maneira mais tranquila e o segredo tem a ver com atitude:

Instagram

Mulher sem um braço enfrenta preconceito, se torna cabeleireira e sonha ter seu próprio salão 3