Cabeleireiro foi chamado de artista e fez lindo texto dizendo que artista mesmo é sua mãe

“Rodrigo, como te chamo? Barbeiro? Hair Stylist?” Resposta do Rodrigo: “Cabeleireiro, cortador de cabelos, o que você achar melhor, não gosto de gourmetização“.

Conheci o Rodrigo Araújo em um projeto que fizemos para o Dia dos Pais, no Retrô Hair, onde o cabeleireiro  e mais alguns profissionais cabeleireiros ensinaram – pacientemente, pais marmanjos a fazerem penteados nas filhas pequenas , foi incrível – relembre aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No dia, conversamos um pouco, e já havia percebido que por trás daquelas tatoos (maravilhosas!) existia um coração gigante.

Recentemente, vi uma publicação em sua timeline, onde ele diz que foi chamado de “puta artista”, (pra quem não é de SP, a palavra “puta” é usada aqui como superlativo, ou seja, significa que ele é um grande artista).

Ele disse: “Eu não sou artista”. E diz:

“Caras, ces sabem a distância da COHAB Juscelino até o Jabaquara? São 35km, acabei de jogar aqui no google. Quando eu tinha 18 anos achava ruim demorar uma hora e meia pra chegar no trampo que era 20km de distância da minha casa. Mas essa mulher? Nunca reclamou disso. Chegava 23h em casa até de fim de semana.
Artista eu? Artista é a mulher que por fatalidade teve que criar sozinha duas crianças de 10 e 8 anos de idade, que lutou pra nunca faltar nada na mesa – mano – a gente era pobre sim, mas essa mulher fez questão de nunca fazer com que nos sentíssemos menos que qualquer outra pessoa por causa disso, ela odeia o termo pobre…”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E continua:

“Sabe quantas vezes eu vi ela chorar? Eu conto no dedo: Três. Uma delas logo quando meu pai faleceu e eu tinha sido atacado por dois dobermanns, na época que teve surto de raiva aqui em Sampa, lembra? Eu vi ela chorando lavando roupa, como se o som do choro dela fosse abafado pelo barulho da máquina velha, mano, pensa numa pessoa tão humilde que nem sequer desabafava o que tava sentindo… –
Eu agradeço todos os dias por ter uma nordestina tão arretada pra chamar de mãe, que por mais torta que nossa história seja, eu não trocaria uma vírgula, uma briga, um abraço.
Daqui a dois dias faz aniversário, e continua sendo a mulher mais foda que eu conheço. Obrigado Mãe, por ser essa artista.

“Vou sempre ser seu, seu sorriso é meu,
Lhe peço que tenha a coragem de confiar em sua criação”

Leia o depoimento do cabeleireiro direto no Facebook:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também:

Alunos fazem emocionante surpresa para professor em último dia de aula

Menina vira melhor amiga de idoso e o cura da depressão

Em Natal (RN), filho de 11 anos ensina mãe catadora de lixo a ler e escrever

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Se você ficou curioso para ver uns trabalhos dele, separei alguns, veja:

[BÔNUS 1]
Este é o Rodrigo e seu dog maravilindo Zirigidum:

“Mas precisa fazer essa cara?” Aventuras da madrugada com Ziriguidum the dog #ziriguidumthedog #ziriguidumocatioro

A photo posted by Rodrigo Araújo (@rodrigovizu) on

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,751,664SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pela 1ª vez em 240 anos, águias-rabalvas dadas como extintas são vistas na Inglaterra

Por séculos, as águias-rabalvas foram caçadas e perseguidas pelos seres humanos. Grande parte do seu habitat natural foi contaminado ou ocupado por nós, desde...

Médico vai além do hospital e atende população de rua em SP

Com uma formação que inclui aperfeiçoamento no exterior, o médico escolheu ir para o asfalto para cuidar da saúde de quem mais precisa.

Pote da calma: como fazer o brinquedo que acalma crianças e adultos nessa quarentena

Com os nervos à flor da pele nessa quarentena, separamos uma super dica. Conheçam o pote da calma!

Ex-piloto de corrida ganha medalha no ciclismo 15 anos após acidente em que teve pernas amputadas

Há 15 anos Alex Zanardi viu sua carreira de piloto ir por água abaixo quando um acidente deixou suas pernas amputadas. Na época, em...

Hospital cultiva alimentos frescos e os oferta a pacientes de baixa renda

A despensa comunitária também oferece gratuitamente outros alimentos industrializados, com o intuito de oferecer os nutrientes necessários às necessidades de cada paciente.

Instagram