Cabeleireiro passa todos os domingos cortando o cabelo de desabrigados

Mark Bustos é cabeleireiro em um salão de luxo na cidade de Nova York, mas nem toda a sua clientela tem que ser rica para obter a qualidade de seus serviços.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele passa todo domingo, seu único dia de folga do trabalho, aventurando-se pela cidade em busca de pessoas em necessidade, que gostariam de um corte de cabelo. Aproximando-se de cada pessoa com a mesma simples frase: “Quero fazer algo legal para você hoje”. Bustos fornece cortes para até seis pessoas todos os domingos, postando muitos estilos de cortes diferentes em sua conta do Instagram.

hair 2

Mark tem cortado o cabelo dos menos favorecidos desde maio de 2012, quando ele viajou as Filipinas para visitar familiares. No exterior, ele pagou um proprietário de uma barbearia para alugar uma cadeira e prestar serviços para as crianças carentes que precisam de um novo olhar.

“A sensação foi tão gratificante, que decidi trazer a energia positiva de volta para Nova York”,  disse Mark. Além também ter cortado o cabelo de necessitados na Jamaica, Costa Rica e Los Angeles.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um dos clientes dos Bustos, Jim de Long Beach, Califórnia, que tinha sido libertado da prisão há duas semanas antes de seu corte de cabelo disse “Cada vida humana vale o mesmo”, Bustos escreveu na legenda. “Todos nós merecemos uma segunda chance”.

hair 14

hair 15

De todos os significativos cortes de cabelo que bustos tem dado ao longo dos anos, destaca-se um único destinatário.

“Jemar Banks, eu nunca vou esquecer seu nome” , Bustos disse. “Depois de lhe oferecer um corte de cabelo e qualquer comida que ele quisesse comer, não tinha muito a dizer ao longo de todo o processo, até depois quando eu mostrei a ele como ele ficou quando eu terminei… A primeira coisa que ele falou para mim foi, “Você conhece alguém que está contratando?””

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bustos fez questão de fotografar o corte de cabelo de Jemar com a câmera:

Bustos disse que ele corta o cabelo por toda a cidade de Nova Iorque, muitas vezes acompanhado por sua namorada, que pergunta aos destinatários que alimento eles gostariam de comer.

“Uma resposta que recebemos foi, “ninguém nunca me pergunta o que eu realmente quero. Eu geralmente fico com sobras e sucatas.” Disse Mark.

hair 10

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

hair 11

Ele intencionalmente corta o cabelo para os desabrigados em espaços abertos, bem movimentados, como esquinas e calçadas para que o público possa assistir. “Não para me ver”, diz ele, mas para que outros possam encontrar inspiração na boa ação e sejam gentis com os menos favorecidos também.

“Até mesmo um simples sorriso pode ir longe.”

hair 1  hair 3 hair 4 hair 5 hair 6 hair 7 hair 8 hair 9   hair 12 hair 13

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,843,411SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

No Maranhão, morador reforma cadeiras de rodas de pessoas carentes

Direto do bairro Vila Cafeteira, em São José de Ribamar (MA), um morador vem beneficiando a vizinhança e o município maranhense por meio de uma...

Alunos constroem ecobarreira para filtrar lixo próximo da escola em Recife (PE)

A partir de um projeto premiado na Feira de Conhecimentos do Recife no ano passado, estudantes da Escola Municipal Professor Antônio de Brito Alves, no...

Árvore de 1000 anos do Japão vira símbolo de resiliência nestes tempos difíceis

Uma milenar árvore do Japão se tornou um símbolo de resiliência no país diante das adversidades e tempos tão turbulentos quanto estes. A cerejeira Takizakura...

Há 15 anos, vice-presidente do Instituto Ayrton Senna dá aulas de inglês de graça para jovens carentes

Até onde a educação pode nos levar? Para Emílio Munaro, esse horizonte é gigante. A educação tem o poder de dar acesso a um...

Padeiro desempregado que doa pães para famílias da Rocinha ganha a sua própria padaria com vaquinha (RJ)

O seu Isael já assou e doou centenas de pães para moradores da favela da Rocinha, no Rio.

Instagram